Para enfraquecer Pauliki, DEM estuda candidatura própria

e82bd0_6b5a109f922f4f3f9bcf553ae3fe3bc6

O deputado Plauto Miró (DEM) revelou nesta sexta-feira (17), que o partido poderá lançar uma candidatura própria para as eleições municipais de 2016. Plauto disse que entre os nomes mais cotados pelo DEM estão o do empresário e ex-secretário de Indústria Comércio e Qualificação Profissional, Álvaro Scheffer, do ex-secretário de Planejamento e atualmente diretor financeiro da Assembleia Legislativa do Paraná, João Ney Marçal Júnior, além do presidente da Câmara dos Vereadores de Ponta Grossa, Sebastião Mainardes Júnior. 

“A intenção é que o Democratas tenha candidatura própria. Estamos trabalhando para que nosso partido possa lançar um bom candidato que atenda aos interesses dos eleitores. Temos nomes importantes que já demostraram interesse em candidatura, João Ney Marçal Júnior, Álvaro Scheffer e o vereador Mainardes. Acredito que no próximo mês as coisas começam a ser definidas”, destacou o deputado.

 Ao contrário do que aconteceu nas eleições de 2012, em que o DEM apoiou o atual o prefeito Marcelo Rangel (PPS), hoje o deputado Plauto Miró aponta outras alternativas. “Estamos buscando uma alternativa para cidade, ou seja, um nome que possamos lançar nas eleições do ano que vem. Caso isso não seja possível, vamos avaliar os outros nomes que serão lançados, pelos demais partidos, para formar uma aliança com aquele candidato que represente a nossa linha de pensamento”, afirmou. 

 Com a proximidade das filiações partidárias, que terão encerramento no mês de outubro, muitas informações circulam na política local, principalmente a informação de que a verdadeira intenção do DEM seria “enfraquecer”, o deputado Marcio Pauliki (PDT), em um possível pleito eleitoral. Deste modo, mesmo negando aliança com o prefeito Marcelo Rangel, o DEM, estaria colaborando com Rangel, para derrotar Pauliki.

 Apesar de não ter oficializado, Marcio Pauliki, é um dos nomes mais fortes para disputa com Marcelo Rangel. Uma aliança entre Pauliki e o deputado federal Aliel Machado (PCdoB), está sendo construída. Ou seja, se Aliel Machado  não for candidato, poderá apoiar a candidatura de Marcio Pauliki, juntamente com o deputado estadual Péricles de Mello (PT).

O deputado Marcio Pauliki disse que o PDT estuda a união com partidos que tenham planejamento concreto para a cidade. “Estamos conversando não só com o PCdoB, na figura de Aliel Machado, mas com outros partidos que podem somar com um grupo de políticos, que estejam realmente interessandos no avanço de Ponta Grossa. Acredito que a cidade precisa de uma opção, pois enfrenta diversos problemas e, por isso, necessita de uma administração realmente compromissada”, destacou Pauliki. 

Para o deputado federal Aliel Machado (PCdoB),  Ponta Grossa precisa de uma gestão mais séria e competente. “Nós queremos elaborar uma proposta coerente que possa mudar a situação que o município vive atualmente. Queremos debater a cidade com idéias concretas”, apontou. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s