Romanelli se compromete em cobrar obra da Trincheira do Los Angeles de PG

foto oficial trincheira
Em entrevista à Rádio, nesta segunda (07), o líder de Beto Richa, na Alep, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), disse que vai cobrar a execução da obra da Trincheira do Los Angeles. Imagens: Pedro de Oliveira/Alep e PMPG

As obras da Trincheira do Los Angeles, na Avenida Senador Flávio Carvalho Guimarães, PR 151, em Ponta Grossa, seguem paradas há quase um ano e meio. No dia 08 de julho de 2014, o prefeito Marcelo Rangel (PPS) deu início às obras, com o apoio do governo de Beto Richa (PSDB). Para a construção da trincheira seriam investidos aproximadamente R$ 7 milhões, oriundos do Estado. No entanto, na prática, só ocorreu o famoso “ligamento das máquinas”. Depois disso, a obra não engrenou. A prefeitura justifica a parada das obras por falhas no projeto. Por outro lado, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), afirma que a falta de recursos é que emperrou a obra. No mês de julho deste ano, o Governo do Estado cogitou a possibilidade de que a Trincheira seja executada pela concessionária CCR RodoNorte, mas até o momento nada de concreto aconteceu.

Em entrevista concedida à Rádio T, nesta segunda-feira (7), o líder do governador Beto Richa (PSDB), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), disse que vai cobrar informações sobre a obra. “Nós vamos entrar em contato com o DER e demais órgãos do governo para saber se esta obra será realizada pela Rodonorte, através dos aditivos do contrato, pelo degrau tarifário previsto pela Agepar, visto que os aumentos do pedágio já ocorreram. De qualquer forma, vamos nos empenhar para que seja executada esta obra, que é de extrema importância para Ponta Grossa e região”, destacou.

“Pedagiômetro” será votado nos próximos dias

O deputado Luiz Cláudio Romanelli também destacou um projeto de sua autoria, que deverá entrar em votação, nos próximos dias e que cria o ‘Pedagiômetro”. A meta é trazer mais transparência ao sistema de pedágio do Paraná. “Espero que possamos aprovar o projeto, que obriga o DER a repassar todos os dados referentes ao número e classe de veículos que passam pelas praças de de pedágio. Teremos informações em tempo real”, disse.

Uma proposta parecida foi apresentada, recentemente, pelo deputado Tercilio Turini (PPS), mas o líder de Richa apontou que o projeto não poderia ser executado. “Foi mais um factóide, tecnicamente não era exequível. A proposta colocava a Agepar como responsável por passar os dados, mas isso é responsabilidade do DER, como estamos pedindo neste novo projeto”, explicou.

Aumento nas tarifas do pedágio estava previsto no contrato

Na última terça-feira (1º) as tarifas de pedágio ficaram mais caras em todo Paraná. De acordo com a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar), o reajuste anual contratual vai variar de 6,69% a 7,05%. A empresa também autorizou a aplicação da revisão tarifária (Degrau Tarifário), para cobrir o custo de obras não previstas em contrato ou obras com cronograma antecipado. Com isso, segundo a Agepar, o reajuste médio nas tarifas de pedágio será de 10,28%.

Segundo Romanelli, o Governo do Estado apenas executou o que estava previsto em contrato. “Este é um contrato malévolo e que foi feito na gestão do ex-governador Jaime Lerner. Infelizmente, o governo tem que cumprir com aquilo que foi acordado. Se o governo não dá o reajuste, eles conseguem o aumento na Justiça. Esta questão dos pedágios é grave, quando fui líder do governo do Requião, lutamos por oito anos para baixar o valor do pedágio. Mas não conseguimos e, na prática, o preço do pedágio dobrou e as concessionárias não executaram nenhuma obra”, concluiu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s