Além da conta de luz, Rangel quer parcelar R$ 25 milhões de FGTS

rangel
A intenção do prefeito de Ponta Grossa é que as dívidas de FGTS sejam pagas em 60 meses (foto: PMPG)

Depois de pedir o parcelamento de uma dívida de mais de R$ 6 milhões com a Copel, o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PPS), também quer parcelar R$ 25 milhões referentes ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos servidores municipais.

A intenção do prefeito é de que o pagamento seja feito em 60 meses, ou seja, vai deixar mais uma herança para os próximos gestores.

A proposta já está na Câmara dos Vereadores e será avaliada pela Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização. O vereador George de Oliveira é o presidente desta comissão e disse que é contrário ao parcelamento.

E não adianta a prefeitura publicar aquelas notas  furadas e sem cabimento da “assessoria”, jogando toda a culpa aos ex-prefeitos. Rangel sempre criticou os governos passados por não depositarem o FGTS, mas não está agindo de forma diferente. Seguindo o péssimo exemplo de outros prefeitos, Marcelo Rangel também está em atraso com os depósitos do FGTS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s