Viva Sucupira! Vereadores de Ponta Grossa rejeitam proposta e porco de estimação ‘Estiven’ não poderá voltar pra casa

porquinho
Vereadores de Ponta Grossa proíbem que porco de estimação ‘Estiven’  volte pra casa. (foto: Portal A Rede)

Alguns absurdos que acontecem na Câmara de Vereadores de Ponta Grossa nos levam diretamente à lembrança da obra ‘O Bem Amado’, do grande Dias Gomes e seu famoso personagem ‘Odorico Paraguaçu’, prefeito da fictícia cidade de Sucupira. Em Sucupira os políticos também discutiam coisas desnecessárias e tomavam decisões bizarras. Com diria Odorico Paraguaçu “Esta obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira e do país”. Mas, “vamos botar de lado os entretantos e partir para os finalmente!”

Com a diferença de apenas um voto (12×11), os vereadores de Ponta Grossa rejeitaram nesta segunda-feira (18), a proposta do vereador George de Oliveira (PMN), que propôs alterações na Lei nº 9.019/2007, que dispõe sobre a criação de animais não considerados domésticos na área urbana.

A polêmica começou depois que Fernanda Mathias, moradora do bairro Ronda, teve que se desfazer do famoso porco Estiven, após uma notificação do Departamento de Zoonoses da Prefeitura de Ponta Grossa. A história do porco ganhou repercussão estadual. Fernanda além de proprietária do porco, é veterinária. O fato é que o porco Estiven foi criado como uma animação de estimação, ou seja, não para fins de abate ou comerciais.

Diante disso, o prefeito Marcelo Rangel (PPS) encaminhou um projeto para alterar a lei, para que o proco possa voltar pra casa. Mas a proposta do prefeito foi arquivada por que já existia outro projeto sobre o mesmo tema. Rangel defendeu que ” que seja garantida a criação não apenas de suínos, mas de ‘animais exóticos’, desde que haja um termo de responsabilidade assinado pelo proprietário”.

No entanto, o projeto que foi para votação nesta segunda-feira (18) é da autoria do vereador George Luiz de Oliveira (PMN). As alterações propostas pelo vereador apontam que “seria permitida em Ponta Grossa a criação de suínos domésticos desde que os animais sejam regularmente vacinados, desverminados, e tenham assistência médica veterinária”. Mas a proposta foi rejeitada e, com isso, o porco Estiven não poderá voltar pra casa.
Nas redes sociais as opiniões são divergentes. Existem aqueles que acreditam que se aprovada, a lei poderia abrir uma brecha para que as pessoas possam criar diversos tipos de animais. E muitas pessoas criticaram os vereadores dizendo que trata-se de um animal de estimação muito bem cuidado pela proprietária e que isso não apresenta nenhum risco aos moradores.

Por outro lado, também surgem críticas à prefeitura e ao departamento de Zoonoses pelo fato de que Ponta Grossa possui milhares de cães, gatos e cavalos (neste caso é o animal mesmo: cavalo) nas ruas. E não buscam soluções para estes problemas, mas se incomodam com um porco de estimação e devidamente bem cuidado.

E também é preciso dizer que o município possui problemas que afetam diretamente a qualidade de vida da população, como as ruas precárias os tantos buracos e crateras abertos. Mesmo assim, os vereadores perdem tempo com algo que já poderia ter sido resolvido. Viva Sucupira! Digo, Ponta Grossa!

Veja como votaram os vereadores (Sim ao projeto e Não ao projeto)

IMG-20171218-WA0070

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s