“Nada devo e sigo confiando na justiça”, diz Beto Richa

richa
O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) negou na quarta-feira (12) o pedido liminar de habeas corpus ao ex-governador do Paraná Beto Richa, candidato ao Senado pelo PSDB e da mulher e ex-secretária estadual Fernanda Richa.

O ex-governador e candidato ao Senado, Beto Richa (PSDB), fez a sua primeira manifestação, após a prisão. O ex-governador foi preso na terça-feira (11), pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), por suspeita de chefiar um esquema de corrupção que desvio mais de R$ 70 milhões do Programa Patrulha do Campo.

Richa disse que “nada deve” e que “confia na justiça”. As palavras do ex-governador foram transmitidas por meio de uma nota enviada pelo PSDB.

Veja a nota:

Mensagem ao povo paranaense

“Enfrento com serenidade e confiança qualquer acusação, mas devo dizer que eu e minha família estamos sofrendo muito com o julgamento antecipado que nos está sendo imposto. Sou um homem público há mais de duas décadas, com a mesma honradez. Tenho a consciência em paz e sei que, no devido tempo, a verdade sempre se impõe.
Garanto a você, que me conhece e para quem exerço com responsabilidade a vocação que Deus me deu: nada devo e sigo confiando na justiça”.

 Beto Richa

 

Tribunal de Justiça nega pedido de soltura a Beto Richa e mulher

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) negou no fim da tarde desta quarta-feira (12) o pedido liminar de habeas corpus ao ex-governador do Paraná Beto Richa, candidato ao Senado pelo PSDB, e da mulher e ex-secretária estadual Fernanda Richa.

A decisão é do relator do caso no TJ-PR, o desembargador Laertes Ferreira Gomes, da 2ª Câmara Criminal. A assessoria de imprensa do ex-governador afirmou que a defesa vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).
O pedido de soltura do casal havia sido feito na tarde de terça-feira (11) pela defesa. Eles estão presos no Regimento da Polícia Montada, no bairro Tarumã, em Curitiba. Na noite desta terça, o irmão de Beto e ex-secretário estaudual, Pepe Richa, também foi transferido para a unidade da PM.

(Informações de Ederson Hising, Erick Gimenes e Diego Ribeiro, G1 PR, Curitiba)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s