Após reunião em frente ao Palácio Iguaçu, agentes penitenciários definem paralisação no dia 29 de abril

agentes penitenciarios
Conforme a categoria, em oito anos, o número de presos nas penitenciárias do Paraná subiu de 14 mil para 21mil, enquanto a quantidade de agentes caiu. (Foto: Divulgação Assessoria Sindarspen)

Os agentes penitenciários do Paraná realizaram uma assembleia nesta terça-feira (16), em frente ao Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, em Curitiba. Esta foi a primeira mobilização da categoria com o objetivo de discutir as principais reivindicações da categoria, como melhores condições de trabalho, contração de funcionários, abertura de vagas para presos e a reposição da data-base dos servidores, que está em atraso há quatro anos. Os agentes definiram pela adesão à paralisação no dia 29 de abril.

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), desde 2010, o número de presos nas penitenciárias do Paraná subiu de 14 mil para 21 mil, enquanto o número de agentes caiu.

Das 4.131 vagas na carreira de agentes, atualmente, apenas 3.098 estão ocupadas. Além disso, para atender a demanda, há a necessidade de mais 6.400 vagas na carreira de agente penitenciário, segundo estimativas do próprio Departamento Penitenciário do Paraná (Depen).

Segundo a assessoria do Sindarspen, foi solicitada uma reunião com Secretário de Segurança, Luiz Felipe Kraemer Carbonell. Até o momento o Departamento Penitenciário do Paraná não se manifestou.

Em breve mais informações!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s