Secretário Sandro Alex garante que finalmente Avenida Souza Naves terá uma solução para diminuir acidentes

sandro 1
Secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, disse que vai anunciar, em breve, uma solução para redução de acidentes na Avenida Souza Naves, em Ponta Grossa. 

O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, garantiu que haverá uma solução para a Avenida Souza Naves, localizada na BR 373, em Ponta Grossa. A declaração do secretário foi durante entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins nesta segunda-feira (16). (Ouça a entrevista ao final do texto)

Conhecida como a ‘Rodovia da Morte’, a Souza Naves, registra em torno de 30 mil veículos por dia. Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os números de acidentes deste ano, até o mês de agosto, já superam os índices de 2018. (Veja os dados da PRF ao final do texto)

Questionado se agora como secretário de Infraestrutura e Logística é possível garantir a resolução dos problemas da Avenida Souza Naves, Sandro Alex respondeu que “garante” e que em breve vai apresentar uma “solução” para esta avenida.

“É a rodovia federal em perímetro urbano com maior incidência de vítimas fatais. Nós vamos trazer, nos próximos dias, a resposta para esta sua pergunta, pois eu não posso comentar neste momento pelo sigilo de justiça. Mas vamos trazer uma resposta, inclusive os números da Polícia Rodoviária Federal atestam e vão confirmar as informações que eu vou trazer. Mas garanto que teremos solução para a Souza Naves”, afirmou o secretário.

Sandro deixou claro que a resolução dos problemas de acidentes na Avenida Souza Naves envolve a construção de um contorno: “a solução só virá, na verdade, com a construção de um contorno”.

“Acordo de leniência entre concessionárias e o Ministério Público diminuiu o número de recursos para obras”, diz o secretário

Em virtude do acordo de leniência que foi fechado entre o Ministério Público e as concessionárias de pedágio, não haverá recursos para realização de todas as obras.
O acordo de leniência firmado entre o Ministério Público Federal e a concessionária de pedágio CCR Rodonorte, investigada pelo pagamento de propina a agentes públicos do Paraná, determina o pagamento de R$ 750 milhões da empresa, divididos em três partes: R$ 35 milhões referentes à multa, de acordo com a lei de improbidade administrativa; R$ 350 milhões de reais para que o preço do pedágio nas rodovias gerenciadas pela Rodonorte caia 30%; e R$ 365 milhões de reais para serem aplicados em obras, que estão previstas no projeto de exploração inicial das estradas concedidas à concessionária.

“O maior desafio desse momento é trabalhar em cima destes acordos de leniências. Nós não temos recursos pra todas as obras. É claro que todas as regiões defendem obras, então teremos que ter critérios. Se teríamos que ter dois bilhões para obras, agora só temos trezentos e cinquenta milhões. Eu tenho critérios que vou apresentar publicamente à imprensa e a população, em breve. Mas priorizei de acordo com informações oficiais que eu tenho de fluxo de acidentes. Isso será divulgado assim que sair a homologação final”, destacou.

Ouça o que disse Sandro Alex sobre a Avenida Souza Naves:

Ouça a entrevista completa do secretário Sandro Alex:

Dados repassados pela PRF sobre a Avenida Souza Naves – BR 373- Ponta Grossa-PR

imagem 1imagem 2imagem 3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s