Deputado Sérgio Souza é alvo de operação contra fraudes dos fundos de pensão

2110 sergio souza 2
Sérgio Souza disse que está “tranquilo” e à disposição da Justiça”. (foto: Câmara Federal)

O gabinete do deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) foi alvo de buscas da Polícia Federal nesta segunda-feira (21). A investigação apura se o parlamentar recebeu propina para não incluir o presidente do Postalis e do Petros em CPI da Câmara dos Deputados que apurava desvio de recursos de fundos de pensões.A operação foi autorizada por Celso de Melo, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Sérgio Souza foi o relator da CPI dos Fundos de Pensão.

O deputado está na China, na comitiva da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. A Polícia Federal passou a manhã desta segunda-feira analisando documentos no gabinete do deputado. Os agentes chegaram à Câmara perto das 6h, porém só entraram no gabinete às 8h e ficaram até perto das 12h.

A Operação Grand Bazaar contou com cerca de 100 agentes que cumprem 18 mandados de busca e apreensão em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Ela é um desdobramento da delação premiada do operador financeiro Lúcio Funaro, investigado nas operações Cui Bono e Patmos, ambas deflagradas em 2017.

Em comunicado, a Polícia Federal informou que a investigação foi instaurada em 2018″. As fraudes também foram investigadas por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que funcionou na Câmara dos Deputados, nos anos de 2015 e 2016.

“O ciclo de lavagem de dinheiro envolvia a remessa de recursos desviados dos fundos de pensão para empresas de fachada nos Estados Unidos. Com a confirmação do recebimento de valores em contas indicadas no exterior, operadores disponibilizavam recursos em espécie no Brasil, a fim de que fossem entregues em endereços vinculados a supostos intermediários do parlamentar federal, tanto em residências em Brasília, como em hotéis em São Paulo”, diz o comunicado da PF.

Os mandados judiciais tiveram como alvo nos endereços dos investigados, que não tiveram a identidade revelada pela Polícia Federal.

 Por meio de nota, o deputado Sérgio Souza disse que está à disposição da Justiça para elucidar os fatos que forem necessários. Veja a nota:

O deputado federal Sérgio Souza foi tomado de surpresa em relação à operação realizada pela Polícia Federal nesta segunda-feira (21). O parlamentar está tranquilo e se coloca inteiramente à disposição da Justiça para elucidar qualquer fato que seja necessário.

Sérgio Souza lembra que, como relator da CPI dos Fundos de Pensão, trabalhou com afinco para produzir resultados efetivos e que o texto final aprovado levou a diversas ações da Polícia Federal, entre elas a Operação Greenfield. A partir deste trabalho parlamentar, foram identificados desvios bilionários dos fundos de pensão e proposto o indiciamento de mais de 300 pessoas físicas e jurídicas.

O parlamentar lembra, ainda, que a elaboração do relatório final da CPI contou com a participação de membros da Polícia Federal, do Ministério Público Federal, do Banco Central, da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e de consultores da Câmara dos Deputados. Todo o texto foi acompanhado por esse corpo técnico qualificado, que tanto contribuiu para a realização dos trabalhos.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s