Dos 30 deputados do Paraná, 21 votaram contra o reajuste dos salários dos servidores

Maioria dos deputados da bancada do Paraná apoiou Bolsonaro no congelamento dos salários dos servidores públicos até o fim de 2021. (foto: Câmara Federal)

A Câmara dos Deputados manteve, na última quinta-feira (20), o veto do presidente Jair Bolsonaro à concessão, até 2021, de reajustes salariais a servidores públicos. O placar foi de 316 votos sim (pela manutenção do veto), 165 votos não (pela derrubada) e duas abstenções.

No Paraná, dos 30 deputados, 21 votaram a favor da manutenção do veto do presidente Jair Bolsonaro, ou seja, foram contra o reajuste para o funcionalismo e favor do congelamento dos salários dos servidores até o final de 2021. (veja no final do texto como votaram os deputados do Paraná)

Ao todo, foram 316 votos favoráveis, 165 contrários e duas abstenções. Houve 29 ausências. Para que um veto seja derrubado pelo Congresso, são necessários 41 votos no Senado e 257 votos na Câmara.

A maior parte das siglas orientou pela manutenção do veto: PSL, MDB, PSD, Republicanos, PSDB, DEM, Podemos, PSC, Cidadania, Novo, Patriota e PV. Os partidos do bloco conhecido como Centrão (PL, PP, Solidariedade, Pros, PTB e Avante), que reúne siglas ao centro e à direita, também foram a favor. Apenas siglas da oposição – PT, PSB, PDT, Psol, PCdoB e Rede – orientaram pela rejeição do veto.

 Quem votou “sim” foi a favor da manutenção do veto presidencial e contrário ao reajuste dos salários dos servidores,

Quem votou “não” votou pela derrubada do veto presidencial e a favor do reajuste dos salários dos servidores.

Veja como votaram os deputados do Paraná

Deputados que votaram SIM ao veto e contra os aumentos:

Aline Sleutjes (PSL) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Aroldo Martins (Republicanos) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Christiane Yared (PL) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Diego Garcia (Podemos) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Felipe Francischini (PSL) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Filipe Barros (PSL) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Giacobo (PL) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Hermes Parcianello (MDB) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Leandre (PV) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Luisa Canziani (PTB) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Luiz Nishimori (PL) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Luizão Goulart (REPUBLICANOS) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Paulo Martins (PSC) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Pedro Lupion (DEM) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Ricardo Barros (PP) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Roman (PATRIOTA) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Rubens Bueno (CIDADANIA) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Schiavinato (PP) — Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Sergio Souza (MDB) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

ToninhoWandscheer (PROS) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Vermelho (PSD) – Sim ao veto (contra o reajuste dos salários do funcionalismo)

Deputados que votaram “não” ao veto e a favor do reajuste aos servidores

Aliel Machado (PSB) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Boca Aberta (PROS) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Enio Verri (PT) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Gleisi Hoffmann (PT) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Gustavo Fruet (PDT) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Luciano Ducci (PSB) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Sargento Fahur (PSD)-  Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Zeca Dirceu (PT) – Não ao veto (a favor do reajuste dos salários dos servidores)

Deputados do Paraná que não votaram

Ney Leprevost (PSD) (pré-candidato à prefeitura de Curitiba)

um comentário

  • O triste é que a população não pode votar contra o reajuste dos deputados, e mais triste ainda é que tem servidor que vota no deputado que está contra ele neste momento

    Curtir

Deixe uma resposta para Rodrigo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s