Servidores da rede estadual protestam contra a prova do PSS no Paraná

A categoria é contra a realização das provas do PSS, anunciadas pelo governador Ratinho Junior (PSD). Servidores também são contrários a cobrança de taxas para a realização das provas. (Foto: Divulgação/APP-Sindicato)

Servidores da rede estadual do Paraná realizaram uma passeata nesta terça-feira (17), em Curitiba. Os manifestantes protestaram contra as provas do Processo Seletivo Simplificado (PSS). A passeata começou no Parque Barigui e seguiu até o Centro Cívico.

Segundo a APP-Sindicato, a manifestação tem como objetivo a revogação do edital de contratação de profissionais pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS). A categoria é contra a realização das provas do PSS, anunciadas pelo governador Ratinho Junior (PSD). Servidores também são contrários a cobrança de taxas para a realização das provas.

Conforme dados da APP-Sindicato, atualmente são mais de 20 mil professores  e cerca de 10 mil funcionários com contratos temporários no Paraná.

O presidente da APP, Hermes Leão, enfatiza o dia 17 como de mobilização e manifestações públicas em todo o Paraná com denúncia dos ataques que o secretário da Educação, Renato Feder, tem feito sobre os direitos dos(as) educadores. “Vamos dialogar também com a sociedade e com o governo a necessidade de superar impasses como a realização de prova PSS. Não é possível manter essa medida em plena pandemia e sem o governo ter feito debate – o qual se comprometeu na greve em 2019 – que envolve as condições de trabalho dos PSS, concurso público e direitos. A defesa é que tenha a suspensão da terceirização do funcionário de escola e que prorroguem os atuais contratos de trabalho de educadores PSS diante da calamidade pública. Temos em pauta o uso de direito de promoções e progressões dos professores, já anunciado para outras categorias e que é preciso corrigir a medida de congelar esses nossos direitos, além do reajuste salarial”, disse Hermes Leão.

Servidores também protestaram contra os colégios cívico-militares.

A Secretaria Estadual de Educação e do Esporte ainda não se manifestou sobre o protesto.

Provas do PSS

Para o PSS, será aplicada uma prova de conhecimento da área em que o candidato se inscrever. Também fazem parte da seleção a prova de títulos e o tempo de serviço.

Não haverá a prova de redação e banca, como originalmente planejado. A decisão pela não utilização desses formatos de avaliação foi tomada após discussão com os professores.

Cada candidato pode se inscrever em apenas um Núcleo Regional de Educação (NRE), podendo optar por até dois municípios do núcleo. Na sequência, poderá escolher uma ou duas funções, disciplinas, áreas do conhecimento ou eixos da educação profissional.

As provas serão em 13 de dezembro, nas cidades-sede dos núcleos regionais. No dia da avaliação, serão adotadas normas de prevenção da Covid-19.

Veja o edital completo do PSS:

https://www.cebraspe.org.br/concursos/seed_pr_20_professor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s