Empresários de Ponta Grossa organizam protesto para pedir reabertura do comércio

Cartazes em protesto ao fechamento do comércio são colocados em lojas de Ponta Grossa.

Pelas redes sociais circulam convites para uma manifestação de empresários de Ponta Grossa, contrários ao fechamento do comércio, medida que foi adotada pelo Governo do Paraná e apoiada pela Prefeitura de Ponta Grossa para combater a propagação do coronavírus.

Nas informações que foram divulgas na internet, empresários marcaram dois protestos, na quinta-feira (4), às 15h e outro na sexta-feira (5), às 15h, ambos na Avenida Vicente Machado. Os comerciantes temem a possibilidade de prorrogação do decreto com as medidas restritivas.

O decreto foi anunciado pelo governador do Paraná Ratinho Junior (PSD) no dia 26 de fevereiro, começou a vigorar no dia 27 de fevereiro e a duração segue até às 5h da manhã de segunda-feira (8). Na sequência, a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeh Schmidt (PSD), aderiu ao decreto estadual.

Diante da falta de leitos de UTI, de leitos de enfermaria e com o avanço do coronavírus em todo Paraná, há uma grande possibilidade de que o decreto seja prorrogado.

Empresários alegam que “não podem ser prejudicados pelos erros de pessoas que não respeitam as regras sanitárias de combate ao coronavírus”.

Vale destacar que nos decretos estadual e municipal não é permitido nenhum tipo de aglomeração com mais de dez pessoas. Isso significa dizer, que se houver uma aglomeração de pessoas durante o protesto, a fiscalização da Prefeitura de Ponta Grossa poderá agir, conforme os decretos.

Veja as manifestações de empresários pelas redes sociais:

Prefeitura de PG diz que está atenta às reivindicações do comércio

Na quarta-feira (3), em reunião virtual com empresários, a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD, se colocou à disposição para avaliar cada pedido feito pelos empresários, mas endossou a fala do secretário, alertando para o perigo real que o momento apresenta.

“É importantíssimo termos uma troca de ideias, esse intercambio em um momento tão difícil. Esse luto não é mais individual, é coletivo, sabemos que dói muito. E essa medida era justamente para que haja uma freada, uma interrupção, porque a gente viu que o colapso da saúde está acontecendo. O objetivo é evitar as aglomerações, internamentos, óbitos. Sabemos que é um sacrifício de todos, mas o momento exige firmeza”, disse

Nesta quinta-feira (4), a Prefeitura de Ponta Grossa fez um comunicado sobre as demandas de diversos setores da cidade. Veja o que diz a Prefeitura:

um comentário

  • Parabéns aos empresários! Daria pra fazer uns cartazes desenhando para a gestão municipal que o comercio fechado atinge diretamente a arrecadação do município e para os munícipes que , será cobrado deles em aumento de impostos o resultado desta medida porque afeta o caixa da prefeitura . Fica a dica.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s