TRT determina retorno de 50% da frota do transporte de PG: funcionários seguem com salários atrasados

Trabalhadores terão que voltar ao trabalho, mesmo sem receber os salários atrasados. (Foto: PMPG)

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) emitiu decisão sobre dissídio coletivo, ajuizado pelo Sintropas, e determinou que 50% da frota do transporte público volte a circular, a partir desta sexta-feira (09).

Na segunda-feira (12), acontece uma audiência de conciliação entre sindicato, Viação dos Campos Gerais e Prefeitura para que ambos encontrem uma solução para resolver a questão do pagamento dos trabalhadores. Ou seja, os trabalhadores terão que voltar ao trabalho, mesmo sem receber os salários atrasados.

“Dessa forma, considerando-se a essencialidade das atividades de transporte representada pela empresa Suscitante/Suscitada, a confirmação da greve, e a excepcionalidade do período de pandemia atual, prudente fixar, desde logo, nos termos do mesmo art. 11, da Lei 7783/1989, como obrigação de fazer, pelo Sindicato e pela empresa, a manutenção em atividade de 50% (cinquenta por cento) da frota circulante”, diz a sentença do TRT.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s