Câmara PG rejeita abertura de processo de cassação de Felipe Passos: vereador é acusado de rachadinhas e assédio sexual

O vereador responde à denúncias por supostos crimes de rachadinha, assédio sexual e assédio moral, em ação por improbidade administrativa do Ministério Público. (Foto: CMPG)

A Câmara de Ponta Grossa arquivou o pedido de abertura de Comissão Parlamentar Processante (CPP) contra Felipe Passos (PSDB), que poderia resultar em cassação do mandato. Foram nove votos contrários à abertura da CPP e oito voto favoráveis.

O vereador responde à denúncias por supostos crimes de rachadinha, assédio sexual e assédio moral, em ação por improbidade administrativa do Ministério Público.

Esta é a segunda vez que a Câmara de Ponta Grossa arquiva processos relacionados ao vereador Felipe Passos. Em fevereiro o presidente do PSDB de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, pediu abertura de Sindicância e a Câmara não abriu. Dessa vez, além dos vereadores Geraldo Stocco (PSB) e Josiane Kieras (Psol), o PSDB também pediu a abertura da CPP.

A juíza da 2ª Vara da Fazenda Pública de Ponta Grossa, Luciana Virmond Cesar, determinou o bloqueio de R$ 50 mil do vereador Felipe Ramon dos Passos (PSDB) em ação proposta pelo Ministério Público que investiga improbidade administrativa. Passos foi denunciado pelo ex-chefe do seu gabinete na Câmara de Ponta Grossa. Felipe Reis acusou Felipe Passos pelos crimes de rachadinha e assédio sexual.

Ainda conforme as informações do Ministério Público, os ex-assessores de Felipe Passos disseram que “ele utilizou do cargo para obter vantagens indevidas”. E afirmaram também que “foram obrigados a trabalhar na campanha eleitoral, sem receber contraprestação ou registro”.

Veja como votaram os vereadores:

Votaram contra a abertura da CPP

  • Celso Cieslak (PRTB)
  • Divo (PSD)
  • Dr. Erick (PSDB)
  • Filipe Chociai (PV)
  • Leandro Bianco (Republicanos)
  • Léo Farmacêutico (PV)
  • Missionária Adriana (SD)
  • Pastor Ezequiel (Avante)
  • Paulo Balansin (PSD)

Votaram favoráveis à abertura da CPP

  • Ede Pimentel (PSB)
  • Hadassa Ojea (PSOL)
  • Izaías Salustiano (PSB)
  • Jairton da Farmácia (DEM)
  • Joce Canto (PSC)
  • Julio Kuller (MDB)
  • Mauricio Silva (PSDB)
  • Professor Careca (PSB)

(Obs: O presidente da Câmara, Daniel Milla (PSD) não vota nessas matérias. Geraldo Stocco (PSB) e Josiane Kieras (Psol) não votaram porque são os autores do pedido da CPP e foram substituídos pelos suplentes durante a votação. Felipe Passos não votou por ser foco da CPP. E o Dr Zeca não compareceu na votação)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s