Câmara de PG vai abrir CPP para investigar Izaías Salustiano

Izaías Salustiano será alvo de CPP na Câmara de PG por conta de denúncia de violência doméstica.(Foto: CMPG)

O vereador Filipe Chociai (PV) defendeu a abertura de uma Comissão Parlamentar Processante (CPP) para investigar a o vereador Izaías Salustiano (PSB), que foi acusado de violência doméstica. Em discurso nesta segunda-feira (19), Filipe Chociai disse que a Câmara dos Vereadores precisa investigar a denúncia.

Durante a sessão desta segunda-feira (19), Salustiano negou novamente as agressões contra a mulher. “Sou veemente contra qualquer forma de violência, em especial contra a mulher. Nunca levantei a mão para ninguém”, disse o vereador. Izaias Salustiano defendeu que a abertura da investigação na Câmara dos Vereadores. “Eu não agredi minha ex-esposa e a verdade virá”, afirmou.

Sobre os depoimentos de suas filhas que confirmaram a versão da mulher sobre a agressão, Izaías disse que fizeram isso “em defesa da mãe”.

O vereador Izaías Salustiano (PSB), de Ponta Grossa, foi preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira (16), acusado de violência doméstica. Ele foi conduzido à 13ª Subdivisão Policial, ouvido pelo delegado de plantão, Fernando Maurício Jasinski, pagou fiança arbitrada em R$ 4,4 mil e foi liberado.

Conforme a Polícia Civil, a agressão aconteceu quando o vereador estava em um churrasco em uma chácara na região do Contorno, acompanhado de outra mulher.

De acordo com a vítima (ex-mulher), ela foi informada que “o marido estava com outra mulher em uma chácara na Estrada Rural Otília Cunha Guimarães”.

A vítima chegou ao local na madrugada de sexta-feira e os dois se desentenderam e teriam ocorrido as agressões físicas e verbais.

A vítima disse à polícia que levou chutes na barriga, foi derrubada no chão e sofreu lesões no lábio superior, orelha esquerda e mão direita. Foi requisitado exame de corpo e delito junto ao Instituto Médico Legal.

Izaías Salustiano disse que sua ex-esposa danificou seu carro.

Em nota, o vereador negou as agressões e disse que está separado da vítima, mas que ela “não aceita a separação”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s