Crônica da semana: Os primeiros de meus últimos dias

“Tenho 55 anos e me aposentei. Deveria ser uma alegria: pelo andar da carruagem, eu faço parte da última geração a se aposentar. Vocês, os mais novos, provavelmente morrerão antes de completar o tempo de contribuição necessário para a aposentadoria”, escreveu Luiz Fernando Cheres. (Crédito: Paulinho Miranda/EM/D.A Press)

A crônica desta sexta-feira (15) é da autoria de Luiz Fernando Cheres. Em ‘Os primeiros de meus últimos dias’, Cheres retrata a vida de um aposentado, que apesar de buscar o descanso, agora trabalha em casa, preso a rotina doméstica.

As crônicas vão ao ar todas as sextas, durante o Jornal Falado, das 12h às 13h, na Rádio Clube 94,1 FM e em parceria com o Blog da Mareli Martins. A interpretação é da jornalista Mareli Martins. A edição é do músico e sonoplasta John Elvis Ribas Ramalho Junior.

O escritor ironiza o atual sistema de aposentadoria, que dificulta a vida dos trabalhadores. “Tenho 55 anos e me aposentei. Deveria ser uma alegria: pelo andar da carruagem, eu faço parte da última geração a se aposentar. Vocês, os mais novos, provavelmente morrerão antes de completar o tempo de contribuição necessário para a aposentadoria”, escreveu Cheres.

Mas desde que conseguiu a aposentadoria, Cheres não descansa devido aos trabalhos domésticos. “Mas o triste mesmo é saber que, agora, na reta final da vida, bem pertinho da bandeirada, você se aposenta do trabalho, mas o trabalho não se aposenta de você. Eu, por exemplo, já no primeiro de meus últimos dias, minha mulher me alvejou com um enxame de ordens. Já que está aposentado, me lave a louça. Já que não tem nada a fazer mesmo, faça o mercado”.

Informações sobre a crônica:

Autor: Luiz Fernando Cheres

Título: Os primeiros de meus últimos dias

Sobre o autor: Cheres é escritor de Ponta Grossa, funcionário aposentado da Caixa Econômica Federal e é membro da Academia de Letras dos Campos Gerais

Interpretação: Mareli Martins

Edição: John Elvis Ribas Ramalho Junior

Trilha musical de fundo: Café At last – Radwimps

Trilha musical final: Êta vida – composição e interpretação: Sérgio Sampaio e Raul Seixas

CLIQUE NO LINK PARA OUVIR A CRÔNICA

OUÇA TODAS AS CRÔNICAS:

https://marelimartins.com.br/category/cronicas/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s