Requião diz que espera Ratinho Jr nos debates eleitorais: “tomara que o rato não fuja”

Quero debater com o Ratinho Jr, tomara que o rato não fuja”, disse Roberto Requião, durante entrevista à Rádio Clube de Ponta Grossa, nesta segunda-feira (25).

Em entrevista à Rádio Clube e ao Blog da Mareli Martins, nesta segunda-feira (25), o candidato ao governo do Paraná, Roberto Requião (PT), disse que sua candidatura no Paraná está totalmente vinculada ao nome do ex-presidente Lula (PT), que vai disputar a presidência da República. (Ouça a entrevista no final do texto)

Segundo Requião, sua candidatura ao lado de Lula representa uma alternativa à reeleição de Ratinho Junior (PSD), que estará ao lado de Bolsonaro (PL).

“Nós vamos colocar o Paraná nos trilhos e pra isso precisamos de Lula na presidência”, disse Requião.

Questionado sobre a corrupção no governo do PT, as condenações e prisões de Lula, Roberto Requião admitiu que teve corrupção no governo do PT, mas disse que Lula não faz parte disso.

“O Lula é honesto. Mas teve gente que roubou no governo do PT teve corrupção, mas não o Lula. O Palácio, por exemplo, era ladrão (se referindo ao ex-ministro do governo Lula). Eu estou no PT, mas não vou defender ladrão, como o Paloci. Mas o Lula não tem nada a ver com isso. Ninguém vai me pedir pra defender bandido. Mas o Lula é o um cara trabalhador e honesto”, disse Roberto Requião.

Requião criticou os aumentos nas tarifas de água e luz no governo de Ratinho Junior e o excesso de gastos com publicidade.

“O rato não tem governo, gastou o dinheiro do povo com propaganda. Subiu as tarifas de água e luz. E o lucro dos acionistas da Copel é caso de cadeia. Sou candidato pra preencher o vazio do Paraná, que não tem governo”, afirmou.

Roberto Requião disse que vai vencer a eleição em primeiro turno e convidou Ratinho Junior para um debate. “Não tenho dúvidas que vamos vencer no primeiro turno, pois o rato não tem governo. E quero que ele venha debater comigo. Serei educado no debate, mas ele tem que me explicar muita coisa, como a redução de investimentos no Paraná, os baixos salários dos policiais, as altas nas tarifas de água e luz. Espero que ele venha debater comigo. Tomara que o rato não fuja”, declarou.

O Partido dos Trabalhadores (PT) no Paraná confirmou no último sábado (23) a candidatura de Roberto Requião ao governo do estado. Jorge Samek, ex-presidente de Itaipu, será o vice. Os nomes foram anunciados em convenção realizada pela federação ‘Brasilda Esperança’, composta por PT, PV e PC do B. A candidatura ao Senado está em aberto e será definida pela comissão executiva.

Requião tem 81 anos e nasceu em Curitiba. Advogado, jornalista e urbanista, o político governou o Paraná por três mandatos: de 1991 a 1995, e de 2003 a 2011.Já foi prefeito de Curitiba, deputado estadual, secretário estadual e senador.

OUÇA A ENTREVISTA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s