Após a denúncia de irregularidades, prefeitura deverá cortar horas extras de servidora

9a

A Prefeitura de Ponta Grossa informou nesta terça-feira (16), que fará o corte das horas extras indevidas, recebidas por uma servidora da Secretaria de Assistência Social. O caso foi denunciado, nesta segunda-feira (15), pelo Blog da Mareli Martins.

 De acordo com as informações presentes no holerite da funcionária (disponíveis no Porta da Transparência), ela teria recebido no mês de maio o salário de R$ 18.375,10,  sendo que o salário-base é de R$ 2. 519,27.

 O valor corresponde a mais que o dobro do salário  recebido pelo prefeito Marcelo Rangel, no mesmo mês, que foi de R 9.840,77. Somente em horas extras, a servidora recebeu mais de 7 mil reais. Além disso, a funcionária, possui uma FG de mais de R$ 3 mil reais.

 A notícia movimentou os corredores do “Palácio da Ronda”, o que fez com o que a administração tomasse uma providência.  Resta saber agora, se o governo municipal vai tomar as mesmas providências em relação aos outros casos da “Máfia das FGs e das horas extras”!

 Outros casos envonvendo cargos de procuradores, engenheiros, dentistas, motoristas, técnicos administrativos, digitadores, agentes administrativos, técnicos da área de saúde, fiscais, entre outros, também estão sendo investigados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s