Deputados discutem venda de imóveis inservíveis no Paraná

roma e tadeu
Nesta terça-feira (17), deputados discutiram  a proposta do governo sobre a venda de 61 imóveis considerados sem serventia para o Estado. Foto: Pedro de Oliveira/Alep

Mais um projeto do governo do estado está gerando polêmica na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Desta vez, a polêmica é por conta da venda de 61 imóveis considerandos ser seventia para o Estado. O anteprojeto foi encaminhado aos deputados na segunda-feira (16) e pede autorização da Alep para a venda de terrenos, casas, salas comerciais e sobrados. A estimativa de arrecadação do governo é de R$ 100 milhões. Um imóvel que foi ocupado pela Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar), em Ponta Grossa, faz parte da lista. Localizado nas proximidades da BR-376, no km 504, a área contempla mais de 78 mil metros quadrados. Na tarde desta terça-feira (17), alguns deputados utilizaram a sessão para levantar alguns pontos importantes do projeto.

O líder de Beto Richa (PSDB), na Alep, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), disse que o dinheiro arrecadado com a venda dos imóveis será investido em infraestrutura. “Essa receita da venda de imóveis inservíveis, que já está prevista no orçamento de 2016, será aplicada na área de infraestrutura. Por isso precisamos fazer estas adequações de imóveis que não possem mais serventia para o Estado”, destacou Romanelli.

Por outro lado, o líder da Oposição, deputado Tadeu Veneri (PT), questionou o objetivo do governo com a venda de imóveis e destacou um terreno, localizado em Ponta Grossa e que, segundo o deputado, merece uma fiscalização mais detalhada. “Este imóvel em Ponta Grossa nos chama atenção. Queremos saber por que a Codapar está abrindo mão deste espaço, visto que a empresa é responsável pelo armazenamento de alimentos da região. Vamos apurar se a Codapar possui outro terreno ou se este imóvel está localizado perto de ferrovias e por isso pode ter outros fins, que não são estes que o governo diz. Na nossa opinião, o governo não vai vender dos todos os imóveis da lista e sim alguns”, afirmou. O valor de cada imóvel será divulgado somente após a aprovação.

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s