Governo do Paraná afirma que professores grevistas terão faltas descontadas do salário

Gov. Beto Richa empossa novos tradutores
Governo do Paraná emitiu nota lamentando a nova greve indicada pelos professores para o mês de março. (foto: divulgação)

O governo do Paraná lamentou a decisão dos professores sobre a nova greve, que vai iniciar no dia 15 de março. A APP-Sindicato realizou assembleia neste sábado (11), em Maringá.

Em nota oficial, o Governo do Estado, informou que os grevistas terão descontos nos salários, de acordo com os dias em que não forem trabalhar. “A Secretaria de Estado da Educação ressalta que as resoluções que tratam da distribuição de aulas têm amparo legal e que o Estado implantou as promoções e progressões em janeiro, conforme acordado com a categoria e, portanto, não vê necessidade de paralisação. Conforme já anunciado, as faltas serão lançadas quando iniciar a greve”.

O Governo do Estado também afirma que serão muitos os prejuízos por conta da greve. “A greve prejudica mais de um milhão de alunos da rede pública estadual do Paraná e suas famílias. As últimas paralisações deixaram prejuízos próximos a R$ 100 milhões, em contratações de temporários para reposição de aulas, merenda estragada e transporte escolar fora do período letivo tradicional”, diz a nota do governo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s