Beto Richa está na ‘lista de Janot’ nas investigações da Lava Jato

Empresas usadas como “laranja” pela Odebrecht doaram R$ 200 mil ao PSDB do Paraná em 2010. Richa disse que “desconhece o contexto no qual seu nome foi citado”. (foto: Aen)

O nome do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está na segunda lista que foi entregue nesta terça-feira (14) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Os pedidos de investigação enviados ao Supremo trazem acusações de crimes como corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, fraude à licitação, formação de cartel e caixa 2.

O conteúdo é referente às delações dos executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht e foram divulgados pela TV Globo.

Em nota Richa se defendeu das acusações. “Desconheço o contexto no qual tive meu nome citado. Todas as minhas campanhas tiveram a origem dos recursos declarada à Justiça Eleitoral”, disse o governador do Paraná. As investigações referentes aos governadores deverão correr no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo informações do jornal Gazeta do Povo, o governador paranaense aparece em uma planilha com valores de doações de campanha para políticos na eleição de 2010 apreendida pela Polícia Federal na deflagração da Operação Xepa. Empresas usadas como “laranja” pela Odebrecht doaram R$ 200 mil ao PSDB do Paraná naquele ano.

Além de Richa, outros quatro governadores também aparecem na lista, são os peemedebistas Renan Filho PMDB-Alagoas) e Luiz Fernando Pezão (PMDB- Rio de Janeiro) e Fernando Pimentel (Minas Gerais) e Tião Viana (Acre). Nomes de deputados, senadores, ministros também estão na lista.

Veja todos os nomes:

Ministros

Além dos cinco ministros revelados nesta terça, também está na lista:

  • Marcos Pereira (PRB-RJ), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Governadores

Governadores 

  • Renan Filho (PMDB), de Alagoas
  • Luiz Fernando Pezão (PMDB), do Rio de Janeiro
  • Fernando Pimentel (PT), de Minas Gerais
  • Tião Viana (PT), do Acre
  • Beto Richa (PSDB), do Paraná

Senadores

Do Senado, mais quatro nomes que vão para análise do Supremo:

  • Lindbergh Farias (PT-RJ)
  • Jorge Viana (PT-AC)
  • Marta Suplicy (PMDB-SP)
  • LÍdice da Mata (PSB-BA)

Deputados

  • Marco Maia (PT-RS)
  • Andres Sanchez (PT-SP)
  • Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA)
  • José Carlos Aleluia (DEM-BA)
  • Paes Landim (PTB-PI)

Políticos sem foro

Há políticos e outras pessoas citadas na lista que não têm foro em tribunais superiores e, por isso, terão o caso analisado por outras instâncias da Justiça. Entre elas estão:

  • Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), ex-ministro do governo Temer
  • Sergio Cabral (PMDB-RJ), ex-governador do Rio de Janeiro, atualmente preso
  • Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-presidente da Câmara, atualmente preso.
  • Duarte Nogueira (PSDB-SP), prefeito de Ribeirão Preto
  • Paulo Skaf (PMDB-SP), candidato derrotado a governador de São Paulo em 2014
  • Edinho Silva (PT-SP), ex-tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff, atual prefeito de Araraquara
  • Anderson Dornelles, ex-assessor direto da ex-presidente Dilma Rousseff

Nomes já conhecidos da lista de Janot

Dentre os 37 nomes revelados pela TV Globo nestas terça e quarta que integram a lista do procurador-geral Rodrigo Janot enviada ao STF, há:

  • Seis ministros do governo Temer– Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria Geral), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia), Bruno Araújo (Cidades), Marco Pereira (Indústria, Comércio Exterior e Serviços)
  • Cinco governadores– Renan Filho (Alagoas), Luiz Fernando Pezão (Rio de Janeiro), Fernando Pimentel (Minas Gerais), Tião Viana (Acre), Beto Richa (Paraná)
  • Seis deputados: Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara; Marco Maia (PT-RS); Andres Sanchez (PT-SP); Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA); José Carlos Aleluia (DEM-BA); Paes Landim (PTB-PI)
  • Dez senadores: Eunício Oliveira (PMDB-CE), presidente do Senado; Edison Lobão (PMDB-MA); José Serra (PSDB-SP); Aécio Neves (PSDB-MG); Romero Jucá (PMDB-RR); Renan Calheiros (PMDB-AL); Lindbergh Farias (PT-RJ); Jorge Viana (PT-AC); Marta Suplicy (PMDB-SP); LÍdice da Mata (PSB-BA)
  • Dois ex-presidentes da República– Luiz Inácio Lula da Silva (PT); Dilma Rousseff (PT)
  • Dois ex-ministros do governo Dilma– Antonio Palocci (PT); Guido Mantega (PT)
  • Um ex-ministro do governo Temer– Geddel Vieira Lima (PMDB-BA)
  • Um ex-governador– Sérgio Cabral (PMDB-RJ)
  • Um ex-presidente da Câmara– Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
  • Dois prefeitos– Duarte Nogueira (PSDB-SP), de Ribeirão Preto; Edinho Silva (PT-SP), de Araraquara
  • Um ex-candidato a governador– Paulo Skaf (PMDB-SP)
  • Um ex-assessor da ex-presidente Dilma Rousseff– Anderson Dornelles

(Com informações da TV Globo e Gazeta do Povo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s