Grupos contrários ao ex-presidente Lula organizam protestos em Curitiba

cartazlavajatofp
Outdoor contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva instalado em Curitiba (Foto: Rodrigo Félix Leal / Futura Press)

Mesmo depois do vídeo divulgado pelo juiz federal Sérgio Moro, pedindo para que as pessoas não organizem protestos nesta quarta-feira (10), em Curitiba, os grupos que pedem a prisão do ex-presidente Lula (PT), vão se manifestar. O clima de torcida organizada é forte na capital por conta do depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, marcado para esta quarta-feira (10).

Manifestantes contrários ao ex-presidente Lula e a favor da Lava Jato devem se reunir em frente ao Museu Oscar Niemeyer, a partir das 10h desta quarta.

Após o vídeo de Moro, alguns grupos que lideraram os protestos pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff – como o Vem Pra Rua, o Revoltados Online e o Nas Ruas – decidiram não organizar caravanas a Curitba, e alguns convocaram vigílias de apoio à Lava Jato. O  Movimento Brasil Livre (MBL), em Curitiba, porém, aderiu ao ato.

Alterações nas linhas de ônibus

Dez linhas de ônibus que passam pela região bloqueada devido ao depoimento – um raio de 150 metros do prédio da Justiça Federal – sofrerão alteração amanhã por todo o dia, desde as 5h.

As linhas afetadas são Barreirinha/Guadalupe, Bom Retiro/Cabral, Barreirinha, Paineiras, Fernando de Noronha, Laranjeiras, Ahú/Los Angeles, Cabral/Osório, Reforço Anita e Santa Gema. Apenas em duas delas (Barreirinha/Guadalupe e Cabral/ Osório) o desvio não afeta os embarques e desembarques. O trajeto das demais está no site http://www.curitiba.pr.gov.br.

( Com informações do Paraná Portal)

Em vídeo, Moro pede que manifestantes não compareçam a depoimento de Lula

O juiz federal Sérgio Moro divulgou um vídeo na noite de sábado (6), pedindo para que manifestantes não compareçam à Justiça Federal em Curitiba na próxima quarta-feira (10), quando estão sendo marcados protestos por ocasião do depoimento no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao magistrado.

“Não costumo fazer isso, mas vou fazer isso dessa vez”, diz Moro logo no início da gravação. “Tenho ouvido que muita gente que apoia a Operação Lava Jato pretende vir a Curitiba manifestar esse apoio, ou pessoas mesmo de Curitiba pretendem vir aqui manifestar esse apoio… eu digo o seguinte: este apoio sempre foi importante, mas nessa data ele não é necessário”, afirma o magistrado no vídeo que foi publicado na página do Facebook mantida por sua mulher, Rosângela Wolff Moro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s