Revoltados com alta tarifa, moradores de Rolândia abrem estrada para desviar pedágio

foto reproducao
Somando ida e volta, quem passa pela BR- 369, entre Rolândia e Arapongas, gasta R$ 16,40. Segundo o movimento ‘Tarifa Zero’, a concessionária Viapar lucra cerca de R$ 1 milhão por mês. (Foto: Reprodução/Facebook)

Moradores do município de Rolândia, no Norte do Paraná, decidiram abrir uma estrada alternativa para fugir do preço abusivo das tarifas de pedágio. A estrada rural foi aberta entre os municípios de Rolândia e Arapongas, na BR-369, no acesso que liga a estrada do Ceboleiro até a rua Rabilonga Vermelha. O ato ocorreu no último sábado (27). Se essa moda pegar, as concessionárias terão problemas!

Este trecho é administrado pela concessionária Viapar, com tarifa de R$ 8,20. Somando ida e volta, quem passa pelo trajeto gasta R$ 16,40. Segundo o movimento ‘Tarifa Zero’, a concessionária arrecada cerca de R$ 1 milhão por mês. A indignação dos moradores aumentou depois que a Viapar construiu um muro de concreto, que tem extensão de aproximadamente 4 km.

A empresa Viapar informou que só vai se manifestar sobre a mobilização comunitária depois que uma reunião, ainda sem data definida para acontecer, for agendada para debater o assunto.

A indignação dos moradores aumentou depois que a Viapar construiu um muro de concreto, que tem extensão de aproximadamente 4 km.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s