Sérgio Souza e João Arruda afirmam que não pretendem assumir o Ministério da Transparência

Plenário do Senado
Deputados do PMDB do Paraná descartam possibilidade de assumir o Ministério da Transparência.

Desde que o ex-ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMBD-PR) recusou a oferta de Michel Temer(PMDB) para assumir o Ministério da Transparência, no início da tarde desta terça-feira (30), a especulação em torno do nome do novo ministro é um dos principais assuntos no conturbado mundo de Brasília.

Como o Osmar Serraglio rejeitou a vaga e vai voltar ao seu posto de deputado federal, o deputado da mala dos R$ 500 mil da JBS, Rodrigo Rocha Loures, perde o foro privilegiado, por que era suplente de Osmar. E com isso, caso Temer queira ajudar Rocha Loures, terá que nomear um dos outros deputados do PMDB do Paraná, para salvar o companheiro de tantas “empreitadas”.

As opções são os deputados Sérgio Souza, João Arruda e Hermes Parcianello ‘Frangão’. Mas já existem informações dos bastidores de Brasília, de que Temer pode surpreender e não nomear nenhum deputado do PMDB do Paraná.

Em conversa com a Rádio T e o Blog da Mareli Martins, os deputados Sérgio Souza e João Arruda disseram que não tem interesse em assumir o Ministério da Transparência.

Sérgio Souza afirmou que não tem pretensões ao cargo. “Não fui convidado para assumir o ministério, mas se fosse também não aceitaria. Tenho o compromisso de presidir a Comissão de Agricultura na Câmara neste ano”. O deputado destacou que seu nome apareceu apenas como “especulação na mídia”

O deputado João Arruda também negou qualquer possibilidade de assumir o cargo. “Não fui contatado e não aceitaria se recebesse o convite”.

Nós apenas não conseguimos falar com o deputado Hermes Parcianello ‘Frangão”.

No último domingo (28), Temer decidiu substituir o ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMDB-PR) por Torquato Jardim. Serraglio era considerado “homem de pouca força” no judiciário, além de aparecer em um grampo da Operação Carne Fraca. O presidente convidou Serraglio para ocupar o cargo e ministro da Transparência, mas na tarde desta terça-feira (30), ele recusou o convite.

Veja a nota de Osmar Serraglio 

Excelentíssimo Senhor Presidente da República

Agradeço o privilégio de ter sido Ministro da Justiça e Segurança Público do nosso País.

Procurei dignificar a confiança que em mim depositou. Volto para a Câmara dos Deputados, onde prosseguirei meu trabalho em prol do Brasil que queremos.

 

Osmar Serraglio

 

Novo__PLA3815.jpg
(foto: Pedro Ladeira/Folha Press)
Links relacionados:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s