Sérgio Souza defende a candidatura de Meirelles à Presidência, mas destaca que “haverá dissidência na convenção nacional do MDB”

9
Durante entrevista à Rádio T, no último sábado (14), o deputado Sérgio Souza falou sobre a tendência do grande número de abstenções nas eleições desse ano. “Não votar é pior para o Brasil. Acho que as pessoas deveriam dedicar alguns minutos e pesquisar os candidatos. E se o eleitor não tiver o melhor candidato, que escolha o menos ruim”, destacou.

Em entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins no último sábado (14), o deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR), falou sobre as eleições no Paraná e no cenário eleitoral. Segundo o deputado, no estado, o candidato que mais se aproxima do partido é Osmar Dias (PDT). Se referindo ao MDB do Paraná. E na disputa da Presidência da República, parte da legenda defende a candidatura do ex-ministro da Fazenda do governo de Michel Temer (MDB), Henrique Meirelles. Mas já está ocorrendo rebelião no MDB por conta do nome de Meirelles. (Ouça a entrevista completa ao final do texto)

“O Osmar Dias é o pré-candidato que mais se aproxima da linha do MDB no Paraná. Mas isso não quer dizer que o partido não esteja conversando com os outros candidatos e está conversando. Teremos a convenção no próximo sábado e isso será discutido com todos no partido”, declarou Sérgio Souza.

Na disputa à Presidência da República tudo indica que os ânimos vão se exaltar no MDB. Pois o nome de Meirelles é cotado para a disputa, mas muitos integrantes da legenda não concordam com isso.

“Vai ocorrer uma dissidência na convenção nacional. Entre os candidatos que estão no cenário, o Henrique Meirelles hoje é um dos melhores candidatos, se você avaliar o curriculum dele. No governo do Lula ele teve um papel importantíssimo no crescimento econômico do Brasil e no governo do Temer teve um papel importante na retomada da economia e no controle da inflação. Mas não é um político, não tem um discurso forte. Apesar que tivemos presidentes que venceram por que eram populares e foram derrubados”, disse.

Desde que o nome de Meirelles passou a ser cotado, o senador Renan Calheiros (MDB) começou um movimento contrário à candidatura do ex-ministro.

A convenção estadual do MDB está marcada para o próximo sábado (21) e a nacional está prevista para o dia 04 de agosto.

A revolta dos eleitores

Diante da falta de boas opções no cenário eleitoral, em todos os cargos, tudo indica que nas eleições de 2018 será alto o número de abstenções, além dos votos nulos e brancos. E esse assunto tem causado preocupação principalmente aos pré-candidatos.

“Eu tenho uma preocupação muito grande com essa abstenção anunciada em todo Brasil e o crescimento de votos nulos e brancos. Por que quando você não vota, você também decide. Você não vota, mas deixa que outros que foram votar decidam por você. Além disso, se não votou depois também não pode reclamar. Acredito que não ir votar é pior para o Brasil. Acho que as pessoas deveriam dedicar alguns minutos e pesquisar os candidatos. E se o eleitor não tiver o melhor candidato, que escolha o menos ruim”, destacou.

Ouça a entrevista completa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s