Requião Filho diz que projeto sobre o fim da aposentadoria dos governadores é “discurso político e hipocrisia”

requi filho 1
“O Requião recebe a verba de representação como ex-governador, aos 78 anos. E todos os outros recebem. Não tem nada de ilegal nisso”, declarou Requião Filho.

Em entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins nesta sexta-feira (22), o deputado estadual Requião Filho (MDB) foi questionado sobre o projeto do Governo do Paraná, que prevê o fim da aposentadoria para ex-governadores. Entre os que recebem aposentadoria está o pai do deputado, o também ex-senador Roberto Requião (MDB). (Ouça no final do texto o que disse o deputado)

Atualmente, nove ex-governadores e três viúvas de ex-mandatários do Estado recebem aposentadoria. O subsídio mensal para ex-governantes bruto de aproximadamente R$ 33 mil reais.

Segundo o Requião Filho o projeto que propõe o fim da aposentadoria dos ex-governadores é de cunho político. “Estamos falando de economia de gastos e eu pergunto qual será a economia de gastos com esse projeto? Tem alguns que ficaram pouco tempo no governo e recebem, isso é até questionável. Mas pra começar não é nem aposentadoria e sim uma verba de representação. Na verdade isso é mais um discurso político do que uma economia real para o estado”, disse.

O deputado foi questionado se não considera imoral o fato de que seu pai Roberto Requião recebia o salário de senador e mais aposentadoria de ex-governador (que continua recebendo).

“Ah mais o Requião está recebendo, ele poderia receber como ex-prefeito de Curitiba, como ex-deputado estadual, mas não recebe. Ele recebe a verba de representação como ex-governador, aos 78 anos. E todos os outros recebem. Não tem nada de ilegal nisso”, declarou Requião Filho.

O deputado destacou que para atuar como governador é necessário abrir mão de outras funções. ” Ao ser eleito governador é preciso abrir mão de todas as suas atividades, para ser um bom governador. Não pode ser governador e empresário de qualquer outro ramo. Então a verba de representação é pra que ele tenha uma segurança econômica para quando deixar de ser governador”, disse Requião Filho.

Sobre ser contra ou a favor do projeto, o deputado insistiu em dizer que “o projeto é uma hipocrisia”.

Na próxima quarta-feira (27), a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) vai realizar uma audiência pública para discutir o tema.

O governador Ratinho Junior (PSD) afirmou que a medida, que era um compromisso de campanha, se soma a outras ações do governo para diminuir o inchaço da máquina pública. “Este é um compromisso que assumimos com o Paraná e um exemplo que damos ao Brasil.  “É uma mordomia que vem de décadas. Não só aquele que se elege governador, mas quem assumiu o cargo por dois ou três meses têm direito de se aposentar com o salário pelo resto da vida”.

Ouça o que disse o deputado Requião Filho:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s