PF prende ex-executivo da Odebrecht em nova fase da Lava Jato

PF LAVA JATO
Os mandados expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba apuram crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. (foto: Marivaldo Oliveira/Estadão Conteúdo)

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (21) a 63ª fase da Operação Lava Jato. No total são 11 mandados de busca e apreensão em São Paulo e na Bahia. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os alvos de prisão são o ex-executivo do Grupo Odebrecht Maurício Ferro e o advogado Nilton Serson. O ex-presidente da Brasken, Bernardo Gradin é alvo de buscas.

Conforme a PF, esta fase investiga a suspeita de pagamentos periódicos por parte da Odebrecht a dois ex-ministros identificados na planilha do Setor de Operações Estruturadas da empreiteira como “Italiano” e “Pós-Itália”. Em depoimento, Marcelo Odebrecht afirmou que “Italiano” se referia ao ex-ministro Antônio Palocci e “Pós-Itália” era Guido Mantega. Já foi determinado o bloqueio de R$ 555 milhões dos investigados.

Os mandados expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba apuram crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s