“O governo do Paraná está dificultando a abertura de turmas no Ensino Médio noturno”, diz o presidente da APP-Sindicato de Ponta Grossa

tercio foto
“O governo do Paraná não pode impedir que os jovens trabalhadores estudem no período da noite. A comunidade escolar precisa de mobilização para impedir que isso aconteça”, disse  o presidente da APP-Sindicato de Ponta Grossa.

Em entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins nesta quarta-feira (27) o presidente da APP-Sindicato de Ponta Grossa, Tércio Alves do Nascimento, disse que as escolas estaduais já estão enfrentando dificuldades para formação de novas turmas do Ensino Médio noturno.  (Ouça a entrevista completa no final do texto)

Segundo o professor, o governo de Ratinho Junior (PSD) quer acabar com o Ensino Médio noturno. Dessa forma, muitos alunos terão que optar por estudar ou trabalhar, pois a maioria dos alunos que estudam a noite, trabalham durante o dia.

“Estamos com dificuldades nos colégios de Ponta Grossa e de municípios da região na formação dos primeiros anos do Ensino Médio noturno. Isso nos preocupa muito, pois a maioria dos jovens que estudam a noite, não possuem as mínimas condições para frequentar a escola durante o dia. Não é uma opção. E isso poderá aumentar ainda mais o índice de evasão escolar”, afirmou o presidente da APP- Sindicato de Ponta Grossa.

Na última segunda-feira (25), o líder do governo de Ratinho Junior, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Hussein Bakri (PSD), disse que o governo “apenas fez estudos sobre o fechamento do ensino médio noturno”, mas alegou que “nada de concreto vai acontecer”. Mas não é isso que está acontecendo.

Conforme as informações do presidente da APP-Sindicato, o governo está dificultando a abertura de turmas. “O governo diz que não está fechando turmas, mas ele coloca regras para abertura de turmas, aos diretores. O governo autoriza a matrícula desde que tenha um número mínimo de matrículas. Uma das condições é o que o aluno tenha acima de dezesseis anos e que apresente um documento que comprove que está trabalhando durante o dia. Mas muitos deste jovens ajudam a sustentar a família, trabalhando na informalidade, ou seja, não vão conseguir comprovar o trabalho. Mas estes jovens não podem perder o direito de estudar”, declarou o professor Tércio Alves do Nascimento.

“Comunidade escolar precisa reagir “, diz o presidente da APP-Sindicato

Para o presidente da APP-Sindicato de Ponta Grossa, o único caminho para impedir o fechamento do ensino médio noturno é a manifestação da comunidade escolar, que inclui pais, alunos, professores e diretores.

“Estamos orientando que a comunidade escolar precisa reagir. Por meio dos pedidos de pais, alunos e professores, os diretores precisam lutar pelo direito das aulas no período noturno, comprovando que é uma necessidade da comunidade”, destacou.

“O governo quer transformar as escolas em empresas”, diz professor

O presidente da APP-Sindicato afirmou que o Governo do Estado está tratando as escolas como empresas. “O Renato Feder (secretário de Educação do Paraná) está tentando transformar as escolas públicas em empresas. Só estuda a noite quem não possui condições de estudar durante o dia. Mas o governo está colocando barreiras para que estes jovens não possam estudar. E isso terá um efeito cascata, teremos excedente de funcionários. O governo realmente economiza com estas medidas, mas quem paga o preço é a sociedade”, afirmou.

Ouça a entrevista!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s