Ponta Grossa volta às urnas neste domingo para eleger a primeira prefeita

Ponta Grossa decide neste domingo (29) quem vai comandar a cidade: Mabel Canto (PSC) ou Elizabeth Schmidt (PSD).

Ponta Grossa é a única cidade do Paraná com disputa de segundo turno nas eleições de 2020. Além disso, a cidade é única em que a disputa possui duas mulheres. Neste domingo (29), os eleitores vão escolher a primeira mulher que vai governar a cidade de Ponta Grossa: Mabel Canto (PSC) ou Elizabeth Schmidt (PSD). O vice de Mabel é o vereador Pietro Arnaud (PSB). A chapa de Elizabeth tem como vice o policial militar, Saulo Vinícius (PSD). No primeiro turno, Mabel Canto obteve 61.702 votos (37,27%) e Elizabeth Schmidt conquistou 51.565 votos (31,15%). 

Mabel Canto tem 35 anos, é advogada e radialista e filha do ex-prefeito e ex-deputado estadual, Jocelito Canto. Atualmente está no primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Paraná.

Elizabeth tem 69 anos e representa a continuação do governo de Marcelo Rangel (PSDB), sendo vice-prefeita da cidade, é professora e já esteve na Prefeitura de Ponta Grossa por 15 anos, ocupando cargos como Secretária de Cultura e também Secretária de Administração e Recursos Humanos.

Ponta Grossa conta com 239.611 eleitores. Mas de acordo com o TRE-PR, 55.147 eleitores faltaram no primeiro turno, o que representa uma abstenção de 23,02%. O índice dobrou se comparado com a eleição de 2016, que foi de 9,30%,em torno de 20 mil ausentes. Além disso, 7.830 eleitores votaram em branco (4,24%) e 11.078 anularam o voto (6,01%).

Para o segundo turno, as candidatas trabalhavam com a possibilidade de que parte destes eleitores ausentes decidam votar. Além disso, há uma expectativa em relação aos votos obtidos pelo terceiro colocado na disputa, o empresário Marcio Pauliki (SD), que conquistou 44.301 votos (26,76%). Pauliki declarou apoio para a candidata Mabel Canto.

O candidato do Psol, Sergio Gadini ficou na quarta colocação, com 5.029 votos (3,04%). Mas o Psol ficou neutro no segundo turno e declarou “que as candidatas não representam as lutas defendidas pelo partido”.

O último colocado no primeiro turno foi Edson Armando Silva (PT), que somou 2.959 votos (1,79%). O PT fez coligação com o PCdoB. O PT indicou, de forma espontânea, o voto para Mabel Canto. Mas a candidata recusou o apoio do partido, por meio de um vídeo que causou bastante polêmica e dividiu a esquerda de Ponta Grossa. Os votos dos dois candidatos de esquerda totalizam 7.988 votos.

Elizabeth Schmidt conta o prefeito Marcelo Rangel (PSDB), o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD) e o governador Ratinho Junior (PSD), como principais cabos eleitorais.

Mabel Canto tem como principal cabo eleitoral o seu pai, o ex-prefeito de Ponta Grossa e ex-deputado estadual, Jocelito Canto. Mabel também tem o apoio do deputado federal Aliel Machado (PSB) e o senador Alvaro Dias (Podemos).

57 cidades do Brasil terão segundo turno

Em todo o País, Eleitores de 57 cidades brasileiras vão decidir, no dia 29, seus prefeitos em 2º turno, o mais curto da história, devido à pandemia de coronavírus. O número corresponde a 60% do total de 95 municípios com mais de 200 mil eleitores onde havia a possibilidade de uma segunda rodada de votação neste ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s