Tarifa de água vai subir 5,11% no Paraná a partir de fevereiro

Governo do Paraná autoriza aumento na tarifa de água. Reajuste começa em fevereiro de 2021. (Foto: AEN)

A tarifa de água e esgoto cobrada pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) terá aumento de 5,11% a partir de 5 de fevereiro de 2021. O índice de reajuste foi definido pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) no dia 29 de dezembro.

A Sanepar pediu o reajuste em agosto deste ano, pedido que pegou muito mal por conta da pandemia. Em uma ação política o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), solicitou a suspensão do reajuste por meio da Agepar. Mas vale lembrar, que antes disso, Ratinho Jr já havia aprovado o reajuste da tarifa da Sanepar.  No mês de agosto o reajuste foi apenas suspenso e não extinto. Dessa forma, o aumento nas tarifas já era algo certo para o início de 2021.

O índice proposto pela companhia para o reajuste tarifário de 2020, em fevereiro, era de 9,87% e o homologado pela Agepar em agosto, antes do procedimento de mediação, foi de 9,62%.

Para reduzir o índice, os técnicos da agência excluíram provisoriamente a parcela do diferimento referente à revisão tarifária periódica de 2017, que era de 3,4439%. Essa porcentagem corresponde à quarta parcela da recomposição do congelamento tarifário ocorrido entre 2005 e 2010.

Além disso, houve substituição do Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi 3,02% menor no período de janeiro a dezembro de 2019.

Conforme a Agepar, a retirada provisória da parcela de diferimento será analisada no processo de revisão tarifária que ocorrerá em duas partes, em 2021 e 2022.

O aumento que começará a valer a partir de fevereiro de 2021 corresponde ao ano de 2019. Em maio de 2021, haverá definição do reajuste referente a 2020.

SANEPAR É ALVO DE OPERAÇÃO DO GAECO QUE INVESTIGA FRAUDES EM LICITAÇÕES

No dia 20 de julho de 2020 a Sanepar foi alvo da Operação Ductos, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, que investiga os crimes de fraude a licitação, peculato, lavagem de dinheiro e corrupção por meio de organização ou associação criminosa, além de falsidade documental. Durante a operação foram presos funcionários e diretores da Sanepar e de empresas terceirizadas.

Relembre a Operação Ductos:

Sanepar é alvo de operação do Gaeco que investiga fraudes em licitações | Mareli Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s