Prefeitura de PG diz que o gás de cozinha será incluído no Feira Verde durante o ano de 2021: data não foi definida

Diante do preço elevado do botijão de gás que chega perto dos R$ 100,00, a população de Ponta Grossa espera que essa promessa seja cumprida! (Foto: Divulgação de Campanha Eleitoral 2020)

A Prefeitura de Ponta Grossa disse nesta terça-feira (23), que a promessa da campanha da prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) será cumprida ainda no ano de 2021. Trata-se do compromisso de Elizabeth em incluir o gás de cozinha no Feira Verde, programa que realiza a troca de recicláveis por alimentos, como frutas e verduras.

Diante do preço elevado do botijão de gás que chega perto dos R$ 100, a população de Ponta Grossa espera que essa promessa seja cumprida!

“Estamos trabalhando no projeto de lei, que precisa ser aprovado pela Câmara, para colocarmos esse programa em prática. Através do PL, vamos regulamentar a operação da troca de recicláveis por vale gás de cozinha, definir um cronograma e os critérios para distribuição à população”, disse o secretário interino de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), Bruno Costa.

Bruno Costa está substituindo o secretário da SMPA, Osmar Hilgemberg Junior, que está afastado do cargo por questões de saúde, segundo as informações da Prefeitura de Ponta Grossa.

De acordo com a Prefeitura, as atividades do Feira Verde serão retomadas no dia 1º de março. Conforme os dados da SMAPA, em 2020, mesmo com a pandemia, o Programa Feira Verde entregou 3.260 toneladas de recicláveis nas quatro associações de recicláveis da cidade. Com as trocas, foram distribuídos 906 mil quilos de hortifrútis aos participantes do programa. Cerca de 9 mil pneus foram coletados e 78 mil trocas de recicláveis por alimento foram feitas, colaborando para que Ponta Grossa registre baixos números de casos de dengue. 

“A cada quatro quilos de material reciclável ou quatro pneus inservíveis, o cidadão tem direito a trocar por um quilo de alimento. Para a troca por um crédito de bilhetagem para o transporte público, basta a entrega de quatro quilos de material reciclável ou um pneu inservível. Através deste programa, temos garantido a ação em três frentes: segurança alimentar, geração de renda e proteção do meio ambiente”, explicou o secretário interino da SMAPA, Bruno Costa. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s