Ministério Público do Trabalho questiona Secretaria de Educação do Paraná sobre afastamento de diretores

Foi solicitado que tanto a SEED quanto os representantes dos diretores pela APP Sindicato, juntem mais documentos ao processo que, a partir de agora, vai tramitar em sigilo. (Foto: AEN)

O deputado Estadual Requião Filho (MDB) encaminhou nas últimas semanas um pedido de providências ao Ministério Público do Paraná (MP-PR) e outro ao Ministério Público do Trabalho (MPT-PR), sobre a situação dos Diretores das Escolas Estaduais que estão sendo pressionados a aumentar o número de alunos presenciais em sala de aula. 

Em ambos documentos, o deputado relatou o afastamento e abertura de Processo Administrativo Disciplinar  (PAD) contra diretores que não teriam alcançado a meta imposta pela Secretaria de Educação e Esporte (SEED), de retorno ao ensino presencial.

Os pais dos alunos, por sua vez, receberam mensagens encaminhadas pelas escolas obrigando seus filhos a retornarem às salas de aula, sem deixar opção para as famílias que ainda temem pela falta de imunização contra a Covid-19, disponível para todas as faixas etárias.

Atendendo ao pedido do deputado, o MPT realizou na manhã desta quarta-feira, 13, uma audiência para averiguar a situação de diretores pressionados pela volta às aulas presenciais. Porém, como não houve acordo, foi solicitado que tanto a SEED quanto os representantes dos diretores pela APP Sindicato, juntem mais documentos ao processo que, a partir de agora, vai tramitar em sigilo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s