Manifestantes pedem retorno do pronto atendimento no Hospital da Criança em PG

Grupo pede retorno do pronto atendimento no Hospital da Criança em Ponta Grossa. (Foto: Mareli Martins)

Manifestantes protestaram, na tarde desta terça-feira (23), em frente à Prefeitura de Ponta Grossa e na sequência na entrada da Câmara dos Vereadores. A manifestação é pela retomada do pronto atendimento no Hospital da Criança. O grupo usou apitos e panelas para chamar atenção da prefeitura e dos vereadores.

Desde o dia 27 de setembro o pronto atendimento foi transferido para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Santa Paula. Isso aconteceu depois que a prefeitura de Ponta Grossa fez a doção do Hospital da Criança para a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) com aprovação da Câmara dos Vereadores. Dessa forma sobrecarregou o sistema de atendimento da UPA Santa Paula, que agora atende adultos e crianças.

Com a doação do Hospital da Criança para a UEPG, os atendimentos das crianças ocorreu por meio de encaminhamento médico ou transporte pelo Siate/Samu. As pessoas tem como opções levar as crianças para atendimento em Unidades Básicas de Saúde (UBS), junto com a população adulta na UPA Santa Paula.

A manifestante Perpétua dos Santos Almeida disse à Rádio Clube e ao Blog da Mareli Martins, que enfrentou dificuldades no atendimento de sua neta. “Por falta desse hospital eu quase perdi minha neta e por isso estou hoje aqui reivindicando o atendimento, que é direito de todas as nossas crianças”, disse.

Luiza Fernanda de Oliveira, que também participou do protesto, afirmou que a Câmara dos Vereadores não poderia ter aprovado a doação do Hospital da Criança para a UEPG nessas condições. “Queremos que os vereadores e a prefeita parem de tirar aquilo que já existia e estava funcionando. Não faz sentido fechar esse atendimento no hospital e mandar para uma UPA superlotada, com profissionais sobrecarregados e prejudicando as nossas crianças”, afirmou Luiza.

Os manifestantes pediram a presença do presidente da Câmara dos Vereadores, Daniel Milla (PSD), mas ele não compareceu. Apenas o vereador Divo (PSD) e vereadora Joce Canto (PSC) estiverem presentes e ouviram os manifestantes.

Problemas no transporte de pacientes

Alguns pais e mães relatam que enfrentam dificuldades no transporte adequado de crianças para atendimento médico.

A  Fundação Municipal de Saúde implantou um novo sistema, que tem como regra o transporte dos pacientes através de ônibus. Antes havia transporte individual.

Segundo alguns pais isso prejudica o atendimento, tornando as viagens menos confortáveis e mais longas.

O que diz a Prefeitura de Ponta Grossa

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) afirmou que se reuniu, nesta terça-feira (23), com representantes do Conselho Municipal de Saúde. A FMS disse que estuda adequações.

“Entre as situações apresentadas, a Fundação reforçou a orientação para que os responsáveis busquem, nos casos de baixa complexidade, as unidades básicas de saúde do Município para o primeiro atendimento e, caso  necessário, os devidos encaminhamentos.

O Município também apresentou as medidas que vêm sendo empreendidas no sentido de as UBS absorverem a demanda existente como, por exemplo, as ações voltadas à  viabilização de horários estendidos e a melhoria da estrutura atual dos espaços”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s