Camarão não mastigado causou obstrução intestinal em Bolsonaro

Presidente Bolsonaro e o médico Antônio Macedo
(Foto: Nelson Almeida/AFP)

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (5), o médico Antônio Macedo, que acompanha o presidente Jair Bolsonaro (PL), confirmou que a causa do quadro de obstrução intestinal que o mandatário sofreu no começo desta semana foi um camarão não mastigado.

“O camarão não foi mastigado. A gente pede para que todos mastiguem 15 vezes cada garfada”, explicou. Antes, o presidente informou que “não almoça, engole” a comida. 

Bolsonaro deixou o Hospital Vila Nova Star, nesta quarta-feira (5), em São Paulo, após ficar dois dias internado para tratar o problema de saúde.

Bolsonaro estava de férias desde o dia 27, no litoral de Santa Catarina. Na madrugada da última segunda-feira (3), foi internado no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, com um quadro de obstrução intestinal. Na data, ele publicou nas redes sociais: “Comecei a passar mal após o almoço de domingo. Cheguei ao hospital às 03h00 de hoje. Me colocaram sonda nasogástrica. Mais exames serão feitos para possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal”.

O médico Macedo descartou a necessidade de cirurgia, mas disse que há riscos de novas obstruções intestinais, mas que, normalmente, busca-se deixar o tratamento clínico resolver, sem necessidade de intervenção cirúrgica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s