Crônica da semana: A penteadeira

Antiga penteadeira Art Decó, em madeira nobre, espelho bisotado original, pernas almofadadas em gomos. (Site/Bauhaus)

A crônica desta sexta-feira (13), A penteadeira, escrita por Sueli Maria Buss Fernandes, faz parte do Projeto Crônicas dos Campos Gerais. O projeto é realização da Academia de Letras dos Campos Gerais e em parceria com a Rádio Clube e o Blog da Mareli Martins.

As crônicas vão ao ar todas as sextas, durante o Jornal Falado, das 12h às 13h, na Rádio Clube 94,1 FM e em parceria com o Blog da Mareli Martins. A interpretação é da jornalista Mareli Martins e a edição é de John Elvis Ribas Ramalho Junior.

A escritora Sueli Maria Buss Fernandes retrata memórias de tempos passados, com o móvel tradicional antigamente, a penteadeira.

“Eu amava aquela penteadeira antiga e sua banqueta com pernas no estilo Luís XV e almofada de veludo! Aquele móvel tinha alma, falava comigo! A vida viveu seu curso e, quando os avós fizeram a passagem, ela me coube como herança. Na memória olfativa, o suave perfume do pó-de-arroz. O verniz um pouco descorado, os espelhos manchados pelo tempo. No entanto a lembrança não tem manchas. É límpida como os olhos verdes daquela russinha batalhadora que seria nossa matriarca. Uma relíquia que é parte da minha história, alinhavada à história dos meus antepassados”, escreveu.

INFORMAÇÕES SOBRE A CRÔNICA

Título:  A penteadeira

Autoria: Sueli Maria Buss Fernandes (professora aposentada, Ponta Grossa)

Crônica do Blog Crônicas dos Campos Gerais: Crônicas dos Campos Gerais: A penteadeira (cronicascamposgerais.blogspot.com)

bauhausleiloes.com.br

 O projeto Crônicas dos Campos Gerais:

O projeto é uma realização da Academia de Letras dos Campos Gerais (ALCG) em parceria com órgãos e entidades da região ligados à cultura, à educação e às comunicações. Visa fomentar e divulgar percepções dos moradores ou visitantes sobre os Campos Gerais do Paraná (cidade e campo), de forma a estimular o relato escrito com qualidade literária (crônicas) de experiências e vivências regionais, sejam elas reais ou fictícias, cotidianas ou inusitadas. Trata-se de iniciativa no sentido da divulgação e inclusão cultural e literária.

Interpretação: Mareli Martins

Edição: John Elvis Ribas Ramalho Junior

Trilha musical de fundo: Ryini Beats – Heat

Trilha musical Final:  Tempo bom – composição: João Paulo/Moisés, interpretação – Chico da Silva

 CLIQUE NO LINK PARA OUVIR A CRÔNICA

CLIQUE NO LINK PARA OUVIR TODAS AS CRÔNICAS

https://marelimartins.com.br/category/cronicas/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s