“Diante de incertezas sobre o novo modelo, governo do Paraná deveria assumir os pedágios”, diz Alvaro Dias

Senador Alvaro Dias (Podemos-PR) sugere que o Governo do Paraná assuma os pedágios.

Durante entrevista à Rádio Clube e ao Blog da Mareli Martins, nesta quarta-feira (6), o senador e pré-candidato à reeleição, Alvaro Dias (Podemos-PR), disse que diante das incertezas do novo modelo de pedágio, a solução é que Governo do Paraná assuma o modelo de pedágio, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER) e não realize a licitação para novas concessões.

“Diante dessas incertezas em relação ao modelo de pedágio, tenho uma sugestão ao governador Ratinho Junior, no momento, mas também aos demais concorrentes, de que o governo do estado assuma a responsabilidade dos pedágios e não faça a licitação para a concessão. Ou seja, o próprio estado assumiria os pedágios, por meio da administração do DER. Nesse caso, com tarifa apenas para manutenção dos pedágios, seria uma tarifa baixa. Nessa sugestão, o próprio estado administraria e o DER cobraria apenas o suficiente para manutenção. Teria que fazer uma avaliação de quanto precisaria para fazer isso”, sugeriu Alvaro Dias.

O senador Alvaro Dias disse que o momento é importante para que o Estado exija do Governo Federal, na sequência, um modelo que traga benefícios ao Paraná.

Participei de discussões com o ex-ministro Tarcício, com o presidente Bolsonaro e entendo que o modelo precisa ser adequado ao Paraná. O momento é importante para que o Estado cobre do governo federal um modelo que traga benefícios ao Paraná. Esse assunto não pode ser tratado de forma eleitoreira, pois os custos do pedágio afetaram toda a cadeia produtiva. Mas não posso fazer criticas ao modelo porque ainda não está finalizado, seria precipitado criticar. No momento a minha sugestão é essa que o governo do estado assuma os pedágios por meio do DER”, afirmou Alvaro Dias.

O modelo foi apresentando ao governador Ratinho Junior (PSD) pelo ex-ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que atualmente é pré-candidato ao governo de São Paulo. O modelo também foi apresentado ao ex-secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD), que retornou à Câmara Federal na busca da reeleição.

O governador Ratinho Junior prometeu mais obras, transparência e redução de 50 % nas tarifas na próxima licitação.

Mas recentemente estudos apontados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mostram aumento de 23% nas tarifas do lote 2, antes mesmo da licitação, devido aos custos. Leia: https://marelimartins.com.br/2022/06/10/tarifas-de-pedagio-podem-subir-23-no-parana-antes-da-nova-concessao-diz-antt/

Ou seja, os valores serão revisados e dos demais lotes também. Esse aumento refere-se apenas ao período de 2020 a 2022.

Recentemente em visita à cidade de Toledo, Ratinho Junior disse ao jornal O Paraná que “se o modelo não for bom, não vai assinar a delegação das rodovias para a União”.

Mas vale destacar que o governador já conhece o modelo proposto pelo Governo Federal, pois esteve presente nas discussões e teve o modelo apresentado ao seu governo, pelo ex-ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

OUÇA A DECLARAÇÃO DO SENADOR ALVARO DIAS SOBRE OS PEDÁGIOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s