Operação Lava Jato: senadora Gleisi Hoffman (PT) poderá ser investigada pelo STF

Crédito de imagem: O Globo
Crédito de imagem: O Globo

Segundo o Ministério Público Federal (MPF),  a empresa Consist que está sendo investigada em contratos com o Ministério do Planejamento, pode ter pago o escritório de advocacia da senadora Gleisi Hoffman (PT), durante a campanha eleitoral de 2010. Caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF), decidir se a petista será investigada ou não.

 Através da operação denominada de “Pixuleco” da 18ª fase da Operação Lava Jato, o MPF apreendeu documentos, como planilhas e controles, no escritório do advogado Guilherme Gonçalves, que trabalha para a senadora. Os materiais mostram repasses da empresa Consist, que podem estar relacionados com pagamentos de honorários da campanha eleitoral de Gleisi Hoffman. 

 A “Operação Pixuleco” leva em conta os contratos de crédito consignado e concretizados pelo Mistério do Planejamento, do ano de 2010, quando o marido da senadora, Paulo Bernardo, comandava este ministério. A senadora Gleisi Hoffman e o advogado Guilherme Gonçalves negam o envolvimento.

 Com informações dos jornalistas Chico Marés e Kelli Kadanus do Jornal Gazeta do Povo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s