Professores preparam “recepção”para Beto Richa em PG

richa blog protesto
Para lembrar o “massacre do dia 29 de abril”, professores protestam contra Richa, neste sábado (13), em Ponta Grossa. Imagem: Sinduepg e divulgação.

A vinda do governador Beto Richa (PSDB) à Ponta Grossa neste sábado (13), não deverá ser marcada apenas pelas “flores” da inauguração da trincheira da Avenida Ernesto Vilela. O tucano terá que enfrentar os protestos dos professores da rede estadual de ensino no Paraná, representados pelo Sindicato dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Sinduepg) e pelo Núcleo Sindical de Ponta Grossa (APP-Sindicato).

A intenção, segundo os docentes, é mostrar que a categoria jamais esquecerá o massacre que ocorreu no dia 29 de abril de 2015, no Centro Cívico de Curitiba. Na ocasião, professores protestavam contra o “pacotaço” que confiscou a previdência dos servidores públicos e acabaram sofrendo violência por parte da  Polícia Militar do Paraná, com a autorização do governador Beto Richa. Mais de 200 servidores ficaram feridos.

“As balas de borracha, o spray de pimenta e toda a violência que sofremos nunca será esquecida”, afirmou a presidente da APP-Sindicato de Ponta Grossa, Vera Rosi Lopes. O presidente do Sinduepg, Marcelo Bronoski, também destacou que o objetivo fazer com que o governador relembre os atos cometidos em relação aos professores. “Os servidores não esqueceram as barbaridades cometidas pelo governo Beto Richa. Amanhã vamos lembrar o governador do que ele fez com os servidores ano passado”, disse.

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s