Rubens Bueno afirma que Dr. Zeca é pré-candidato e pode concorrer com Rangel na convenção do PPS

rubens e zeca
“Zeca se colocou como pré-candidato e nós vamos avaliar, pois é um bom nome”, disse o deputado federal e presidente do PPS-PR, Rubens Bueno. (foto: Paulo Sérgio Rodrigues)

Em entrevista exclusiva à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins, o deputado federal e presidente do PPS-PR, Rubens Bueno, disse que o nome para a disputa da prefeitura de Ponta Grossa ainda está indefinido e que a escolha será na convenção do partido, marcada para o mês de julho. Ou seja, a candidatura do prefeito Marcelo Rangel ainda vai depender do resultado da convenção.

Rubens Bueno também confirmou que o vice-prefeito José Carlos Raad, o ‘Dr. Zeca’, se colocou à disposição do partido como pré-candidato a prefeito e poderá entrar na disputa com Rangel, durante a convenção partidária. A entrevista com Rubens Bueno vai ao ar, na próxima segunda-feira (27), na edição local do Tnews, da Rádio T FM 99, 9, a partir das 7h.

“O Zeca tem conversado conosco, colocou seu nome como pré-candidato, mas tudo isso será decidido durante a convenção municipal. Mas trata-se de um bom nome e que precisa ser avaliado”, disse Rubens Bueno. O deputado também falou sobre a situação do diretório municipal do PPS. “O partido estava sem identidade há muito tempo. Não faziam reuniões, não apresentavam ideias. Como presidente do partido eu não era convidado para nada e não me mantinham informados sobre a gestão em Ponta Grossa. Por isso entendemos que o diretório do partido precisava de um novo comando”.

O vice-prefeito José Carlos Raad, o ‘Dr. Zeca’, conversou com o Blog da Mareli Martins e declarou  que “dependendo da decisão do partido, poderá concorrer a vaga para a disputa da prefeitura”. “Eu tenho conversado bastante com o Rubens e estou à disposição do PPS, caso seja essa a decisão do partido. Mas por enquanto são apenas conversas, existe um grupo político por trás e são muitos os interesses envolvidos nesta questão”, afirmou o Dr. Zeca’.

Questionado sobre a candidatura do prefeito Marcelo Rangel, Bueno disse que se reuniu com Rangel, em Curitiba, antes da Executiva Estadual dissolver o diretório do PPS em Ponta Grossa. “Eu disse ao prefeito que ele poderia ficar no partido e que essa seria uma decisão dele, mas deixei claro que isso não significava uma garantia de apoio para sua candidatura e que tudo terá que passar pela convenção. O Marcelo falou que iria lutar na Justiça pelo diretório do partido e foi o que aconteceu”, explicou.

Em conversa com o Blog da Mareli Martins, o prefeito Marcelo Rangel disse que vê com naturalidade a decisão do nome para a disputa da prefeitura por meio da convenção. “Isso é um amadurecimento do partido. Nós estamos decidindo ainda com secretários e o nosso grupo sobre a minha candidatura, temos mais um mês ainda para decidir. Mas caso ocorra uma disputa na convenção do partido, não vejo problema algum”, declarou o prefeito.

Rangel afirmou que possui um bom relacionamento com o presidente do PPS no Paraná, deputado Rubens Bueno, mas que também está conversando com lideranças nacionais. “Eu tenho uma admiração pelo Rubens. Não tenho nenhum tipo de mágoa com o partido. Continuo no PPS  por ter uma militância junto com o partido. Mas eu também conversei com o presidente nacional do PPS, Roberto Freire e com o senador Cristovam Buarque, que virá à Ponta Grossa. Certamente eles vão apoiar minha candidatura, se eu for candidato”.

Quem está atualmente no comando do PPS ?

É preciso dizer que toda esta confusão começou depois que o deputado Sandro Alex, irmão de Rangel, deixou o partido para ingressar no PSD. Rubens Bueno fez declarações dizendo que não ficou nada contente com essa mudança e dissolveu o diretório local.

“É evidente que quando você percebe o deputado saindo para assumir a presidência de outro partido, percebemos que tem algo errado. Então basta ser de outro partido, para ir a outro e assumir a presidência, sem nenhum histórico, isso não é razoável”, disse Rubens Bueno

Depois disso, Rubens Bueno nomeou uma comissão provisória e colocou Ricardo Johansen, no comando do PPS. O presidente da legenda, Leopoldo Cunha, presidente da Fundação Municipal de Esportes, recorreu à Justiça e conseguiu uma liminar e reassumiu o diretório. Mas o grupo de Rubens Bueno derrubou a liminar e novamente o PPS local está no comando de Ricardo Johansen. Leopoldo Cunha disse que vai lutar até o fim pelo diretório do partido.

 

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s