Primo de Richa é condenado a 13 anos de prisão por fraudar licitações

abi e richa
As condenações foram baseadas na Lei de Licitações, nº 8.666/1993. Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa, recebeu as condenações por ser integrante de organização criminosa e por falsidade ideológica.

O empresário Luiz Abi Antoun,”Abi”, primo do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), foi condenado a oito anos e cinco meses de reclusão. O réu recebeu ainda, pena de cinco anos de detenção, além de multa, totalizando 13 anos e cinco meses de prisão. Na primeira condenação, a pena deverá começar a ser cumprida em regime fechado. E na segunda condenação, a pena poderá ser cumprida em regime semiaberto.

Acusado de ser o mentor de um esquema que teria fraudado licitações no governo do estado, Luiz Abi Antoun, foi preso no mês de março de 2015, na Operação Voldemort, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Além dele, outras seis pessoas também foram presas.

A decisão foi proferida nesta segunda-feira (29), pelo juiz Juliano Nanuncio, da 3ª Vara Criminal de Londrina, que considerou que os crimes do qual Antoun era acusado foram comprovados materialmente. De acordo com o juiz, “o réu agiu tendo “conhecimento da ilicitude” e que se valeu “de seu capital e influência política para enriquecer-se em prejuízo ao erário, fraudando certames públicos e superfaturando preços”.

O juiz reconheceu na sentença que a empresa vencedora da licitação fraudada, a Providence Auto Center, era de propriedade, de fato, de Antoun, que teria utilizado “laranjas”, valendo-se de seu capital e influência política para enriquecer enriquecer-se em prejuízo ao erário, constituindo uma pessoa jurídica em nome de terceiro”, consta na sentença.

A Providence foi contratada emergencialmente em dezembro de 2014, por R$ 1,5 milhão, por meio de uma licitação realizada pelo Departamento de Transportes, vinculado à Secretaria de Administração e Previdência (Seap). De acordo com o contrato, a Providence deveria fazer a manutenção em veículos oficiais na região de Londrina.

As condenações foram baseadas na Lei de Licitações, nº 8.666/1993. Luiz Abi Antoun recebeu as condenações por ser integrante de organização criminosa e por falsidade ideológica. Pelo crime de fraude de licitações, além da detenção, “Abi” terá que pagar multa de 195 salários mínimos (R$ 171,6 mil) e mais 3,5% do valor do contrato fraudado (R$ 45 mil).

(Com informações do Jornal Gazeta do Povo e do Portal Bem Paraná)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s