Rocha Loures fura fila para conseguir tornozeleira eletrônica

rocha-loures-pf
Para conseguir voltar o mais rápido possível para casa, Rocha Loures, mostrou que a corrupção está no seu sangue mesmo. O ‘homem da mala’ furou fila para conseguir a tornozeleira eletrônica. (foto: André Dusek/Estadão)

A situação está tão feita que estão faltando tornozeleiras eletrônicas no Brasil. E os políticos tem contribuído para isso. O ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), preso recebendo a mala com propina de R$ 500 mil da JBS, foi liberado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (30), para cumprir prisão domiciliar, mas teria que aguardar devido a falta de tornozeleira.

E para conseguir voltar o mais rápido possível para casa, Rocha Loures, mostrou que a corrupção está no seu sangue mesmo. O ‘homem da mala’ furou fila para conseguir a tornozeleira eletrônica.

O aparelho deveria, na verdade, beneficiar um dos poucos mais de 100 presos sob a jurisdição de Goiás que só não estão em liberdade assistida porque aguardam na fila a disponibilidade da tornozeleira, atualmente em falta no estado.

O governo de Goiás está inadimplente com a empresa que fornece o artigo utilizado para monitorar apenados ou detentos em regime de prisão provisória que tiveram o benefício de cumprir prisão domiciliar assegurado pela Justiça.

A dívida com a Spacecom S/A, responsável por fornecer as tornozeleiras para o governo de Goiás, já soma aproximadamente R$ 3 milhões, sendo uma parte referente à inadimplência do estado e outra de responsabilidade do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s