Ibope aponta que 81% querem abertura de processo para investigar Temer por corrupção

2017-07-11t154548z_381686591_rc1485817520_rtrmadp_3_brazil-politics-e1499803227663
A pesquisa revela ainda que 79% dos eleitores acreditam que deputados que votam contra a denúncia de Temer são “cúmplices de corrupção” e 73% concordam que esses parlamentares não deveriam ser reeleitos em 2018. (foto: Adriano Machado/Reuters

A pesquisa do Ibope encomendada pela ONG Avaaz avaliou o posicionamento dos eleitores brasileiros sobre a atuação dos deputados federais na sessão de votação que pode definir a abertura de um processo contra o presidente Michel Temer. A votação está marcada para quarta-feira (2) no plenário da Câmara.

Segundo a pesquisa,  81% dos entrevistados querem a abertura do processo para investigar Temer pelo crime de corrupção. O Ibope mostrou também que 79% dos eleitores acreditam que deputados que votam contra a denúncia de Temer são “cúmplices de corrupção” e 73% concordam que esses parlamentares não deveriam ser reeleitos em 2018.

O Ibope perguntou aos entrevistados: “o senhor ou senhora acredita que os deputados federais devem votar a favor ou contra abertura do processo que torna o presidente Michel Temer réu por crime de corrupção?”

O resultado mostrou que 81% dos entrevistados são favoráveis a abertura do processo para investigar Michel Temer pelo crime de corrupção. 14 % responderam que são contrários a investigação. E 5% não sabem ou não responderam.

A pesquisa revela ainda que 79% dos eleitores acreditam que deputados que votam contra a denúncia de Temer são “cúmplices de corrupção” e 73% concordam que esses parlamentares não deveriam ser reeleitos em 2018. “Votar a favor de Temer agora é suicídio político”, afirma o coordenador de campanhas da Avaaz, Diego Casares.

A entidade é um movimento global que luta pelo fim da corrupção e, segundo informações enviadas à imprensa, tem 8 milhões de membros no Brasil e 44 milhões em todo o mundo.

Ainda nas entrevistas sobre a abertura do processo contra Temer, foram apresentadas algumas frases para medir o grau de concordância dos eleitores. Para a afirmação “Ficarei indignado se os deputados votarem contra a abertura do processo no STF”, 70% concordaram, 26% discordaram e 4% não souberam ou não responderam.

Já para o questionamento “Acho que a denúncia é correta e o deputado que votar contra a abertura do processo é cúmplice da corrupção” 79% concordaram com a frase, 18% discordaram e 3% não souberam ou não responderam.

A terceira frase mencionada aos entrevistados foi: “O deputado que votar contra a abertura do processo não merece ser reeleito em 2018”. Segundo a pesquisa, 73% concordaram com a afirmação, 25% discordaram e 2% disseram que não sabiam ou preferiram não emitir opinião.

O Ibope ouviu 1 mil pessoas por telefone entre os dias 24 e 26 de julho. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro máxima é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A sondagem divulgada nesta segunda-feira, 30, foi feita por telefone entre os dias 24 e 26 de julho, e foram consultados brasileiros acima de 16 anos.

(As informações são da Revista Exame/Altamiro Silva Junior)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s