Ex-governador do Paraná, Beto Richa é preso novamente

beto-richa-inelegivel
Beto Richa é investigado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso na manhã desta sexta-feira (25), de acordo com a Justiça Federal. Dessa vez, a prisão é por conta dos crimes na concessão de rodovias do estado, por meio da Operação Integração. A operação apura irregularidades na concessão de rodovias federais do Anel de Integração, no interior do Paraná. O esquema teria movimentado R$ 35 milhões em propinas, entre 1999 e 2015, sem a atualização monetária.

Beto Richa é investigado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. Dirceu Pupo Ferreira, contador da ex-primeira dama Fernanda Richa, também é alvo de prisão preventiva.

As prisões foram decretadas pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em um desdobramento da Operação Integração – que foi uma fase da Lava Jato, que investigou a concessão de rodovias no Paraná.

Operação Integração

A segunda etapa da Operação Integração foi deflagrada em setembro para apurar irregularidades na concessão de rodovias federais do Anel de Integração, no interior do Paraná. O esquema teria movimentado R$ 35 milhões em propinas, entre 1999 e 2015, sem a atualização monetária.

Também foram alvos o empresário Luiz Abi Antoun, primo de Beto Richa, e o ex-secretário de Infraestrutura do Paraná e irmão de Richa, Pepe Richa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s