Após acordo, Câmara Federal elege integrantes da Mesa Diretora

Para evitar a judicialização do caso, os deputados fecharam um acordo na terça-feira (2) que devolveu cargos na mesa aos partidos de oposição. (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

Depois de fechar um acordo no colégio de líderes, os deputados elegeram nesta quarta-feira (3) os ocupantes de dez cargos da mesa diretora da Câmara. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) havia anulado a eleição de segunda-feira (1º) em seu primeiro ato após eleito, retirando cargos da oposição no comando da Câmara.

Para evitar a judicialização do caso, os deputados fecharam um acordo na terça-feira (2) que devolveu cargos na mesa aos partidos de oposição.

A Mesa Diretora é composta por seis membros titulares (dois vice-presidentes, quatro secretários) e quatro suplentes. Esse colegiado é responsável pela condução dos trabalhos legislativos e também pelas decisões administrativas que envolvem a Câmara.

A ocupação das vagas é feita levando em consideração a proporcionalidade das bancadas e dos partidos. Os nomes dos candidatos são indicados pelas legendas. É vedada a reeleição.

Pelo regimento, também é permitido que deputados do mesmo partido ou bloco se lancem como candidatos avulsos (sem o apoio de partidos).

Acordo

Após o pleito ter sido adiado duas vezes, foi fechado um acordo, na noite de terça-feira, com os líderes partidários em torno da composição da mesa e definida a realização da eleição para a manhã desta quarta-feira.

Pelo acordo firmado ontem (2),  a 1ª Vice-Presidência fica com o PL; a 2ª Vice-Presidência com o PSD; a 1ª secretaria com o PSL; a 2ª secretaria com o PT; a 3ª secretaria com o PSB e a 4ª secretaria com o Republicanos. A primeira suplência ficará com o PDT, a as demais serão distribuídas na ordem para o DEM, PV e o PSC.

A eleição, que estava marcada para as 10h, começou um pouco antes das 11h. No total, 21 urnas eletrônicas foram distribuídas pelo plenário e pelos salões Verde e Nobre, todos com acesso restrito aos parlamentares. Foram eleitos os seguintes deputados:

– 1ª Vice-Presidente: Marcelo Ramos – (PL-AM), com 396 votos;
– 2° Vice presidente: André de Paula (PSD-PE), com 270 votos;

– 1° Secretário: Luciano Bivar (PSL-PE), com 298 votos;

– 2° Secretário: Marília Arraes (PT-PE) com 192 votos (em segundo turno)

– 3° Secretário: Rose Modesto (PSDB-MS), com 398 votos;

– 4° Secretário: Rosângela Gomes (Republicanos-RJ), com 418 votos.

Foram eleitos também os seguintes suplentes: Eduardo Bismarck (PDT-CE) com 358 votos, Gilberto Nascimento (PSC-SP) com 354 votos, Alexandre Leite (DEM-SP) com 313 votos, e Cássio Andrade (PSB-PA) com 202 votos. Este último concorreu de forma avulsa e venceu o correligionário Marcelo Nilo (PSB-BA), indicado pela bancada do PSB.

O cargo da 2ª secretaria teve uma disputa acirrada entre deputados do PT. O candidato indicado pela bancada do partido, João Daniel (166 votos) não conseguiu a maioria absoluta dos votos e teve que disputar a vaga em segundo turno com a deputada Marília Arraes (172 votos), que concorreu de forma avulsa. No segundo turno, Marília manteve a vantagem e foi escolhida para o cargo, obtendo 192 votos. João Daniel teve 168 votos.

(Com informações da Câmara Federal e da Agência Brasil)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s