Prefeitura de PG prorroga contrato com empresa investigada por corrupção no EstaR

Empresa investigada por corrupção tem contrato renovado com a Prefeitura de Ponta Grossa. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Ponta Grossa por meio da Autarquia Municipal dde Trânsito e Transporte (AMTT) prorrogou o contrato com empresa Cidade, que é investigada por corrupção. O contrato seguirá até 31 de março março de 2022.

Foi feito um aditivo no contrato entre a Cidatec e a AMTT. Dessa forma, a AMTT pagará R$ 647 mil pelos serviços da Cidatec. A prorrogação com a Cidatec foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (1°). (Veja a publicação no final do texto)

Os empresários da Cidatec Antonio Carlos Domingues de Sá, Alberto Abujamra Neto e Celso Ricardo Madrid Finck estão em prisão domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica.

Além dos proprietários, seguem em prisão domiciliar o proprietário da TV Vila Velha e do site D’Ponta, radialista e apresentador de TV, João Carlos Barbiero e o vereador Walter José de Souza (PRTB), Valtão.

A Operação Saturno, que investiga corrupção no EstaR Digital de Ponta Grossa, ocorreu no dia 15 de dezembro e foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, (GAECO). Na ocasião também foram presos, o ex-presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT), Roberto Pelissari, também o ex-vereador Ricardo Zampieri (Republicanos). Ambos estão em liberdade e o Gaeco alegou falta de provas sobre o envolvimento dos dois na fraude.

O Ministério Público do Paraná do Paraná denunciou o vereador Walter José de Souza (PRTB) e os empresários da Cidatec Antonio Carlos Domingues de Sá, Alberto Abujamra Neto, Celso Ricardo Madrid Finck e o empresário proprietário da TV Vila Velha e do site D’Ponta, João Carlos Barbiero.

Conforme texto da denúncia, os empresários responsáveis pela Cidatec contrataram um intermediário, no inquérito identificado como João Barbiero, para negociar com vereadores o direcionamento do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do EstaR Digital a favor da empresa. A principal negociação teria sido feita entre Barbiero e o vereador Valtão, conforme aponta o Ministério Público.

Veja a publicação do Diário Oficial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s