Conta de luz fica 9,89% mais cara no Paraná a partir desta quinta (24)

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), com o diretor-presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero e o o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Sandoval de Araújo Feitosa. A foto é da reunião que ocorreu no dia 02 de junho de 2021 para discussão de projetos de armazenamento de energia. (Foto: Jonathan Campos/AEN)

A conta de luz no Paraná ficará mais cara a partir desta quinta-feira (24), conforme informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para os consumidores residenciais, o reajuste é de 8,97%. Também foi autorizado reajuste de 10,04% para consumidores de baixa tensão, que reúne consumidores residenciais e comerciais, e de 9,57% para os consumidores de alta tensão. Com isso, o reajuste médio chegou a 9,89%.

A Copel atende 4,8 milhões unidades consumidoras em 394 municípios paranaenses. Não houve nenhum questionamento do governo de Ratinho Junior (PSD) sobre o aumento na conta e luz dos paranaenses.

Segundo a Aneel, o reajuste médio foi impactado, especialmente, pelos custos com encargos setoriais e atividades relacionadas ao transporte e a distribuição de energia.

Bandeira vermelha 2 deixa a conta de luz ainda mais cara

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) optou por adotar neste mês de junho a bandeira vermelha 2, que é a mais cara como referência nas contas de energia elétrica. Isso significa que, para cada 100 quilowatts-hora consumidos, é acrescido o valor de R$ 6,24 na conta de energia elétrica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s