“Desistência do Doria não atrapalha nossa candidatura no Paraná”, diz Cesar Silvestri

Seguimos com nossa candidatura como opção para aqueles que não querem nenhuma das opções de nomes que estão na disputa”, disse Cesar Silvestri Filho.

Em entrevista ao Jornal Falado Clube e ao Blog da Mareli Martins, nesta quarta-feira (25), o pré-candidato ao governo do Paraná pelo PSDB, Cesar Silvestri Filho, disse que a desistência de João Doria da disputa à presidência, não terá impacto na sua pré-candidatura.

“A desistência do Doria não atrapalha em nada a nossa candidatura ao governo do Paraná, seguimos nossa candidatura com o mesmo entusiasmo. Claro que a desistência do Doria enfraquece o projeto nacional do partido, que eu acredito que deveríamos ter uma candidatura própria à presidência. Seguimos com nossa candidatura como opção para aqueles que não querem nenhuma das opções de nomes que estão na disputa”, disse Cesar Silvestri Filho. (OUÇA NO FINAL DO TEXTO)

O anúncio da filiação de Cesar Silvestri ao PSDB e da pré-candidatura ao Governo do Paraná ocorreu em janeiro de 2022, em evento com lideranças do PSDB, incluindo o ex-governador de São Paulo, João Doria, considerado “padrinho” da candidatura de Silvestri.

Cesar Silvestri criticou a divulgação de pesquisas pelo grupo de Ratinho Junior: “não refletem a realidade”. Segundo o pré-candidato, os institutos de pesquisa, possuem ligação com o governo do Paraná.

“Todas as pesquisas divulgadas, até agora, são de institutos ligados ao governo e os números não batem com a realidade. Existe uma insatisfação muito grande da população ao atual governo. O governo tenta divulgar com entusiasmo esses números, que não correspondem com a realidade. Não estamos preocupados com esses números, quem tem que se preocupar é o atual governo”, afirmou.

Apoio de Ratinho Jr para Bolsonaro pode mudar cenário das eleições no Paraná

Cesar Silvestri estava no Podemos e pretendia disputar o governo pelo partido, mas o senador Alvaro Dias (Podemos) negociou apoio para sua candidatura ao senado, colocando o Podemos à disposição de Ratinho Junior (PSD), na disputa à reeleição.

Alvaro Dias, disse à Rádio Clube e ao Blog da Mareli Martins que “se Ratinho Junior descumprir o acordo, o Podemos terá candidato próprio. Ouça: “Se o Ratinho Jr não quiser manter a aliança, o Podemos terá candidato ao Governo do Paraná”, diz Alvaro Dias à Rádio Clube | Mareli Martins

Ocorre que recentemente, durante visita do presidente Bolsonaro à Curitiba, Ratinho Junior falou publicamente, pela primeira vez, em apoiar Bolsonaro. E isso pode trazer um problema para Alvaro Dias, visto que Bolsonaro declarou apoio ao pré-candidato ao senado, deputado federal Paulo Eduardo Martins (PL). Se Ratinho embarcar nessa, será que Alvaro Dias vai cumprir o que disse e lançar um nome do Podemos ao governo do Paraná?

Além disso, se Ratinho Junior for de Bolsonaro, elimina a candidatura do deputado federal de Londrina, Filipe Barros, para o governo. Essa candidatura sempre pareceu “balão de ensaio”, desde o início.

Paraná até agora tem os seguintes pré-candidatos ao Governo

Roberto Requião (PT), Cesar Silvestri Filho (PSDB), Ratinho Junior (PSD),  Angela Alves Machado (Psol) e Filipe Barros (PL) (candidatura com tendência de não se confirmar)

“Seguimos com nossa candidatura como opção para aqueles que não querem nenhuma das opções de nomes que estão na disputa”, disse Cesar Silvestri Filho OUÇA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s