União Brasil, PT, MDB, PSD e PP vão receber a maior parte do fundão eleitoral

União Brasil, PT, MDB, PSD, PP, representam mais de 47% do fundão eleitoral, que totaliza R$ 4,9 bilhões para as eleições de 2022. (charge: Fred/Portal Leia Agora)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, por meio da Portaria nº 579/2022, o valor a que cada partido político terá direito na distribuição dos R$ 4,9 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o Fundo Eleitoral, destinado às legendas para as Eleições Gerais de 2022.

União Brasil, PT, MDB, PSD, PP, representam mais de 47% do fundão eleitoral, que totaliza R$ 4,9 bilhões para as eleições de 2022.

O União Brasil é o partido que vai receber o maior valor, sendo mais de R$ 782 milhões. O partido tem como pré-candidato à Presidência, Luciano Bivar, até o momento. A sigla surgiu da fusão entre o PSL e o Democratas.

Na sequência, o PT, que tem como pré-candidato à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, vai receber mais de R$ 503 milhões.

Depois aparece o MDB, que vai receber mais de R$ 363 milhões. A pré-candidata do MDB à Presidência é Simone Tebet. O PSD receberá mais de R$ 350  milhões. O Progressistas (PP) receberá mais de 344 milhões.

Do total de recursos do Fundo Eleitoral, 2% são distribuídos igualitariamente entre os partidos. A partir daí, o restante é distribuído conforme a representação da legenda no Congresso Nacional: 35% são destinados às agremiações que elegeram pelo menos um deputado federal, na proporção dos votos obtidos na última eleição geral; 48% são distribuídos proporcionalmente à representação de cada legenda na Câmara dos Deputados; e os 15% restantes são divididos entre os partidos com base na proporção da representação no Senado Federal, conforme definidos na legislação eleitoral”, esclareceu a Corte Eleitoral.

No caso das federações, a atual regra do TSE determina que elas sejam “tratadas como um só partido também no que diz respeito ao repasse e à gestão dos recursos públicos destinados ao financiamento das campanhas eleitorais”.

“Assim, a distribuição dos valores aos diretórios nacionais das legendas que compõem a federação deverá ocorrer proporcionalmente ao montante ao qual cada sigla tem direito.”

Atualmente, três federações partidárias podem participar das eleições deste ano, são elas: Federação PSDB Cidadania, entre o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e o Cidadania; Federação PSOL Rede, que inclui o PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) e a Rede (Rede Sustentabilidade); e Federação Brasil da Esperança (FE Brasil), com o PT (Partido dos Trabalhadores), PCdoB (Partido Comunista do Brasil) e PV (Partido Verde).

Veja a divisão completa do fundão eleitoral

– -União Brasil: R$ 782.549.751,69

– PT: R$ 503.362.324,00

– MDB: R$ 363.284.702,40

– PSD: R$ 349.916.884,56

– PP: R$ 344.793.369,45

– PSDB: R$ 320.011.672,85

– PL: R$ 288.519.066,50

– PSB: R$ 268.889.585,68

– PDT: R$ 253.425.162,09

 -Republicanos: R$ 242.245.577,5

(O partido Novo renunciou ao repasse e sua cota de R$ 90 milhões será revertida ao Tesouro Nacional)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s