Vereador Laroca registra BO contra assessores de Marcelo Rangel

Imagem: José Aldinan
Imagem: José Aldinan

“Os assessores do prefeito tentaram me intimidar com ameaças e ofensas”, disse o vereador Antonio Laroca Neto

 Além de tentar impedir o protesto dos moradores do Núcleo Santa Mônica, nesta segunda (03), na Câmara dos Vereadores, os assessores do prefeito Marcelo Rangel (PPS), também fizeram ameaças ao vereador Antonio Laroca Neto (PDT), segundo informações do parlamentar. De acordo com Laroca, os comissionados de Rangel atribuíram a ele a culpa pelo protesto.

O vereador afirmou que registrou o Boletim de Ocorrência, na 13ª Subdivisão Policial, contra o assessor de Assuntos Comunitários, Paulo Sérgio dos Santos e os assessores de gabinete, Divonsir Pereira Antunes “Divo” e “Marcelo do Dom Bosco”.

 “Eles foram até meu gabinete para tentar me intimidar. Fizeram ofensas e ameaças e um deles me desacatou. Outro disse “você vai ver quando sair daqui”. Sendo assim, achei necessário fazer o boletim de ocorrência”, afirmou o vereador Laroca. Segundo o vereador essas atitudes são de pessoas desesperadas: “pelo jeito o desespero bateu em assessores e no governo do prefeito, pois quem chega a esse ponto é por que está desesperado”.

 Os moradores do Núcleo Santa Mônica protestaram contra o prefeito Marcelo Rangel, por conta das promessas que não foram cumpridas. Os manifestantes cobraram a rede de esgoto para 222 famílias e também a pavimentação prometida. No entanto, os assessores do prefeito disseram que o protesto foi organizado pelo vereador Laroca. 

 O fato é que independente da participação ou não de vereadores, 222 famílias somente no Núcleo Santa Mônica, não possuem rede de esgoto. E este foi um dos compromissos de campanha de Marcelo Rangel. O asfalto prometido para estes moradores e para muitos outros de toda a cidade, também não saiu. Outras regiões também estão carentes de rede de esgoto. Este serviço é de responsabilidade da Sanepar, mas cabe a prefeitura fiscalizar e cobrar da empresa.

Mesmo com um serviço de má qualidade e com tantas famílias sem rede de esgoto, o prefeito insiste em renovar o contrato da Sanepar, por aproximadamente 30 anos. Será que isso dá pra fazer? 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s