Romanelli confirma que aliados de Richa devem deixar o PMDB

roma
Deputados do PMDB e que defendem o governador Beto Richa (PSDB) devem trocar de partido. Fazem parte do grupo o líder de Richa, na Alep, Luiz Cláudio Romanelli, Jonas Guimarães, Artagão Júnior e Alexandre Curi. Segundo Romanelli, o próximo passo é definir o partido, pois todos devem mudar para a mesma sigla, que pode ser PP, PTB ou PSB. (imagem: Pedro Oliveira/Alep)

Em entrevista ao Blog da Mareli Martins, nesta quarta-feira (24), o líder do governador Beto Richa (PSDB), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Luiz Cláudio Romanelli, confirmou que além dele, todos os deputados aliados de Richa e que estão no PMDB, deverão mesmo deixar o partido. Fazem parte desta bancada os parlamentares Jonas Guimarães, Artagão Júnior e Alexandre Curi. Segundo Romanelli, o próximo passo é definir o partido, pois todos devem mudar para a mesma sigla, que pode ser PP, PTB ou PSB. Deputados também conversaram com o PV, partido que recentemente passou a contar com o senador Álvaro Dias, ex-tucano. O líder da oposição, deputado Requião Filho (PMDB), comemorou a notícia e disse que “agora o partido voltará a ter identidade no Paraná”.

“Existe um processo de discussão, conversamos com muitos partidos e fomos procurados pelo PSB, PTB e pelo PP. Houve conversa com outras legendas também, mas foram estes que conversamos formalmente. Estamos aproveitando esta janela partidária para que possamos realinhar as nossas forças políticas. A proposta é de que todos sigam para o mesmo partido. Não existe ainda uma unânimidade de escolha, mas eu já declarei a opção pelo PSB”, afirmou. Romanelli também disse que tentou resistir a pressão. “Eu preferia resistir a pressão do todo poderoso (se referindo ao senador e presidente do PMDB-PR, Roberto Requião), mas o fato é que a situação que estamos vivendo no Paraná eu nunca vi antes”, desabafou.

O deputado Alexandre Curi disse que respeita o senador Roberto Requião, mas destacou os compromissos assumidos com o governador Beto Richa. “Eu tenho muito respeito pelo senador Roberto Requião, temos uma história dentro do PMDB, no entanto, preciso dizer que tenho compromissos que assumi com o Beto Richa. Estive com o Richa, na última campanha ao governo do estado e já estou declarando que se ele concorrer ao senado, terá meu apoio. Estamos em discutindo esta mudança de partido”, afirmou.

O líder da oposição, na Alep, Requião Filho (PMDB), comemorou a decisão da saída dos deputados e disse que, dessa forma, o partido terá identidade no Paraná. ” É uma vitória para o PMDB que volta a ter identidade clara e deixa de maneira inequívoca a sua posição no estado. Nós somos contra esse governo que está envolvido em tantos escândalos de corrupção”, declarou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s