vídeo Secretário da Fazenda assume que o Paraná quebrou durante o primeiro mandato de Richa

mauro e richa 3
“O estado já estava em situação muito difícil, por conta do crescimento de despesa, que era maior que o crescimento da receita. Isso foi se acumulando ao longo do exercício, até que em 2014,o Paraná estava com dívidas muito grandes”, afirmou o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, em entrevista à Rádio T FM. (foto: Orlando Kissner/ANPr)

Desde o início de 2016, o governador Beto Richa (PSDB) destaca que o Paraná está com “as contas no azul e com a situação financeira melhor que outros estados, por conta do ajuste fiscal, promovido em 2015”. Mas se voltarmos ao ano de 2014, quando Richa concorreu à reeleição, nos deparamos com o discurso do governador, de que o “estado estava com as contas em dia”, com “situação financeira favorável” e que “não enfrentaria dificuldades”.

O problema é que logo que assumiu o governo, em 2015, Beto Richa mudou o discurso, dizendo que “o Paraná estava com as finanças prejudicadas”. Por conta disso, Richa promoveu um ajuste fiscal, incluindo aumento de tributações, que influenciaram diretamente na vida dos paranaenses.

Em entrevista exclusiva à Rádio T neste sábado (6), o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, admitiu que as contas do Paraná não estavam em dia, quando Richa dizia “que tudo estava dentro da normalidade”. Mas o secretário afirmou que o governador, na verdade, não tinha o conhecimento da real situação das finanças do estado, por que omitiram informações. (uça o trecho da entrevista com Mauro Ricardo Costa

“As pessoas não tinham coragem de dizer ao governador a real situação do estado. O estado já estava em situação muito difícil, por conta do crescimento de despesa, que era maior que o crescimento da receita. Isso foi se acumulando ao longo do exercício, até que em 2014, o Paraná estava com dívidas muito grandes em relação a fornecedores e com o pagamento do pessoal”, afirmou o secretário da Fazenda.

De acordo com o secretário, logo que ele assumiu a pasta da Fazenda, comunicou o governador Beto Richa, de que algumas medidas precisariam ser tomadas. “Eu mostrei ao governador a verdadeira situação das finanças do estado. Ele me deu total apoio para as medidas pudessem ser tomadas. Nós recuperamos a capacidade de investimento e conseguimos pagar dívidas com fornecedores”, disse Mauro Ricardo Costa.

Ouça o trecho da entrevista com Mauro Ricardo Costa:

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s